BT

Início Notícias QDigest #1 - Muito Prazer: Somos a QDigest

QDigest #1 - Muito Prazer: Somos a QDigest

Favoritos

A QDigest é uma newsletter com a curadoria de profissionais brasileiros que atuam no mercado de tecnologia e de desenvolvimento de software nacional e internacional. Pedimos para que eles indiquem links com o que acharam bom e que possa gerar discussões ou interesse nos nossos leitores. A ideia é ter conteúdo relevante e que chame a sua atenção, com discussões interessantes e que não cabem no formato tradicional do InfoQ.

Fique a vontade para se aproximar e compartilhar suas sugestões, comentários e criticas. Minha caixa de mensagens e nossas redes sociais estão abertas para o seu feedback. Queremos mudar bastante e evoluir tanto no conteúdo quanto no formato.

Para assinar acesse nosso site!

--

Edward Ribeiro Engenheiro de Software na Interlegis - Senado (Twitter | LinkedIn)

  • Navegar na estrutura de diretórios de um projeto no Github na web é uma tarefa que pode se tornar cansativa, principalmente com projetos grandes. O browser plugin Octotree adiciona um painel lateral às telas dos projetos no Github que permite navegar por uma estrutura de sistema de arquivos de forma simples e intuitiva. Altamente recomendável pra desenvolvedores!
  • Com muito pesar, no dia 26/11/2019, o mundo perdeu um dos maiores pesquisadores da história da computação. O professor da Universidade de Stanford, Dr. Hector Garcia Molina, foi autor livros clássicos em Bancos de Dados e Gereciamento de Informação, e de inúmeros artigos científicos seminais na área. Além disso, ele influenciou direta ou indiretamente a criação de empresas como Oracle e Google. De instituições financeiras a smart phones a redes sociais, é impossível não usar um serviço moderno que tenha como base alguma de suas pesquisas. 
  • A versão 12 do Banco de Dados relacional de código fonte aberto PostgreSQL, lançado recentemente, trouxe várias melhorias na construção de B-Trees, tais como redução de espaço em disco e melhoria de desempenho, dentre outras. B-Tree é uma estrutura de dados é de suma importância para criação de índices que aceleram as consultas ao banco. Mais detalhes aqui.
  • Adrian Colyer tem um site essencial pra quem quer ficar por dentro do que há de mais avançado Ciência da Computação: The Morning Paper. Neste blog, que também é uma newsletter, Adrian lê artigos dos principais congressos em computação, nas mais diversas áreas, e os disseca de forma resumida e numa linguagem acessível. Detalhe: os posts são publicados diariamente. Quer saber sobre o estado da arte em segurança digital, ou bitcoins, ou sistemas distribuídos, ou bancos de dados, dentre outros? Recomendo que você assine a newsletter já!

Fabiane Nardon | Chief Scientist at Tail (Twitter | LinkedIn)

  • Para quem tem interesse em Engenharia de Dados, o Data Engineering Podcast vai render várias horas de informação. A cada episódio uma pessoa de uma empresa conversa sobre seus problemas e as soluções adotadas para processar grandes quantidades de dados.

Fernanda Wanderley | Cientista de Dados na Neuralmed (Twitter | LinkedIn)

  • Daqui a alguns dias acontecerá a principal conferência de IA, a NeurIPS. Isso seria motivo pra ficar atento, sempre saem trabalhos legais mas infelizmente o meu foco é outro. Pelo segundo ano consecutivo diversos pesquisadores africanos tiveram seus vistos negados pelo governo canadense, incluindo uma das organizadoras de um workshop da conferência! (Update: ela conseguiu o visto depois da terceira vez).
  • Enquanto o Canadá anda negando vistos e dificultando a diversidade em IA, esse mês rolou o Khipu, em Montevideo. A ideia é ter uma conferência latino-americana foi inspirada no sucesso do Deep Learning Indaba, como uma forma de debater e difundir o conhecimento para além dos países desenvolvidos. Aqui estão algumas das coisas que rolaram por lá.
  • Por fim, uma dica pra quem tá começando a se aventurar pelo mundo de Ciência de Dados. A @jesstemporal lançou um curso básico no LinkedIn Learning cobrindo desde a manipulação inicial dos dados até formas de visualizá-los, vale a pena conferir!

Melissa Mendonça | Professora no Departamento de Matemática na Universidade Federal de Santa Catarina (Twitter | LinkedIn)

Carlos Villela | Engenheiro na Segment (Twitter | LinkedIn)

  • Brincar de automação doméstica e IoT está cada vez mais fácil e barato, mas tem muita gente receosa com a falta de privacidade e interoperabilidade das grandes plataformas. O Home Assistant pretende resolver esse problema, e é um projeto Open Source com uma arquitetura bem interessante.
  • Por falar em automação, vale a pena ficar de olho no FarmBot, um robô-jardineiro sustentável e que está ficando cada vez mais acessível. Também OpenSource, e com documentação super caprichada, a equipe lançou novas versões em diversos tamanhos.
  • Mas, se o negócio é se divertir um pouco a sós, temos também uma plataforma de IoT especificamente criada para o mercado de… brinquedos sexuais. O buttplug.io parece piada, até ver a quantidade e variedade de hardware que ele suporta.

E dicas rápidas:

Bruno Ghisi | Co-fundador e CTO na Resultados Digitais (Twitter | LinkedIn)

Bruno Tavares Engenheiro de Software no Nubank (Twitter | LinkedIn)

  • Tive a chance de ver o Lucas Cavalcanti no palco da ClojureConj 2019. Os ensinamentos sobre arquitetura são úteis além de Clojure, e todas as apresentações da conferência estão disponíveis. Alguma coisa deve chamar sua atenção!

  • Uma das coisas difíceis da tecnologia está em como lidar com governança e consenso em grupos grandes, e acho que podemos aprender mais com o open-source. Esse post com uma visão de um modelo de governança para o Projeto Jupyter chamou a atenção. A nova dica que ele vai tentar incorporar no dia-a-dia vem da Tanya Reilly sobre como iterar em RFCs com "sim, caso...".

  • No mundo cada vez mais conectado, o controle dos nossos dados e aparelhos eletrônicos vem mudando. Tudo é incrível, mas nada é nosso foi um dos textos que marcou o Bruno Tavares nesse último mês, e o que hackers tem feito para manter o relógio Pebble vivo, mesmo depois da empresa fechar, mostra que ainda dá pra melhorar a tecnologia juntos

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.