BT

Início Notícias Jornada da BMW ao portfólio de produtos 100% Ágil e BizDevOps

Jornada da BMW ao portfólio de produtos 100% Ágil e BizDevOps

Favoritos

A BMW iniciou a transformação Agile e BizDevOps em 2016. Ralf Waltram, chefe de P/D e Dr. Frank Ramsak, chefe de Governança da TI, apresentaram no DOES 2019 as experiências da jornada de transformação de TI para ser 100% ágil, o que representa, segundo eles, a maior transformação até o momento, impactando o modelo de negócios, à medida que passam de meros fabricantes de automóveis a provedores de mobilidade. Waltram e Ramsak compartilharam como lideraram as transformações, as lições aprendidas e sugestões para ajudar aqueles que querem embarcar em uma grande transformação ágil e DevOps.

A BMW IT entregava grandes projetos usando a metodologia cascata e tinha várias aplicações com dependências, levando os releases somente nos finais de semana. A TI estava entregando usando o modelo de TI bimodal, no qual 20% das equipes de desenvolvimento estavam utilizando o método ágil e 80% ainda estavam usando o modelo cascata. Tornou-se evidente que duas maneiras diferentes de trabalhar e colaborar na área de TI resultou na BMW possuindo duas velocidades e culturas diferentes. As equipes de um sprint de duas semanas tiveram sua release atrasada, sofrendo impedimentos pelas equipes em cascata que ainda trabalhavam com entregas anuais. A estrutura do projeto naturalmente levou a silos entre o desenvolvimento e as operações. A entrega do trabalho também se debatia devido ao silo criado entre negócios e desenvolvimento. Para enfrentar esses dois principais desafios, a TI passou de projetos para produtos, estando 100% BizDevOps para garantir uma colaboração e transparência completas entre a TI e a área de negócios. Eles focam em ser 100% ágeis com o objetivo de serem mais flexíveis e desenvolver uma cultura de execução mais centrada no cliente e baseada em valor, incluindo um recurso de experiência do usuário.

A BMW projetou uma abordagem holística de transformação centrada em quatro pilares: processo, estrutura, tecnologia e pessoas / cultura. Segundo Waltram e Ramsak, o aspecto mais importante da mudança foi configurar as pessoas e a cultura organizacional para apoiar o lean e o BizDevOps. Começaram com a implementação de treinamentos e a educação da organização sobre valores e práticas ágeis, inclusive, estruturaram as equipes para reunir os desenvolvedores e as operações para formar equipes verdadeiramente DevOps, posteriormente estruturaram o portfólio de TI em torno de produtos e fluxos de valor, permitindo, no nível do portfólio, governança mínima, sincronização e autonomia máximas. Uma das mudanças mais importantes que fizeram foi o modo como financiam o trabalho. No passado, financiavam projetos e operações separadamente e, desde 2019, começaram a financiar produtos e equipes para garantir que o financiamento estivesse vinculado aos produtos e ao valor. Também introduziram novas tecnologias para oferecer suporte a arquiteturas de microservices e em nuvem, substituindo gradualmente as aplicações monolíticos herdadas. Desenvolveram uma cadeia de ferramentas de desenvolvimento de software ágil adotada hoje por 20.000 funcionários, permitindo que otimizem e sincronizem o desenvolvimento de ponta a ponta.

A empresa reconheceu as realizações e o valor da transformação, tanto que viram um aumento na frequência de releases que passou de doze por ano para dois por mês, além da diminuição significativa nos defeitos ou no tempo de resolução.

Waltram e Ramsak recomendaram ter uma visão ousada da transformação, mas começar pequeno com pequenos incrementos e aumentar a escala ao longo do caminho. Trabalhar em pequenos incrementos iterativos lhes permitiu inspecionar e ajustar o curso muito rapidamente e aprender durante o processo, o que, segundo eles, ainda é uma coisa difícil de se fazer em uma organização impulsionada por uma cultura de perfeição e desempenho. Os dois palestrantes concluíram incentivando as organizações a compartilhar e aprender com outras organizações e comunidades sobre como transformam a TI e os negócios, e como escalam a plataforma DevOps.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.