BT

Início Notícias Oracle entrega o projeto OpenOffice.org para a comunidade

Oracle entrega o projeto OpenOffice.org para a comunidade

Favoritos

A Oracle anunciou que o OpenOffice.org vai ser um projeto da comunidade e que vai parar a produção da versão com suporte comercial. Segundo um comunicado à imprensa da empresa, Edward Screven, Arquiteto Corporativo da Oracle, disse sobre a mudança:

"Acreditamos que o projeto OpenOffice.org será melhor gerenciado por uma organização focada em atender o público-alvo da aplicação de forma não-comercial. [...] Pretendemos começar imediatamente a trabalhar com os membros da comunidade para continuar aumentando o sucesso do OpenOffice. A Oracle vai seguir apoiando o uso de formatos de documentos baseados em padrões abertos, tais como o Open Document Format (ODF)."

Falta ainda saber o que acontecerá com o produto como um todo. Um fork da comunidade chamado LibreOffice, foi criado para separar a marca OpenOffice que pertence à Oracle, do software desenvolvido pela comunidade, para evitar possíveis problemas judiciais. Este fork é hospedado pela free document foundation, que adota uma estrutura e regras bem claras.

O progresso dessa comunidade, que também incluiu membros de outros apoiadores com interesses comerciais tais como a RedHat, significa que a evolução da suíte de escritório ultrapassou o desenvolvimento do produto comercial mantido pelos desenvolvedores da Oracle. Esta disparidade já existia antes da compra da Sun pela Oracle, mas a compra acelerou a mudança.

O mesmo cenário está causando a separação dos projetos Hudson e Jenkins. Assim como o OOo, a Oracle registrou o nome Hudson e os mesmos problemas de hardware foram o estopim para a criação do Jenkins. Mesmo a Oracle continuando a suportar o projeto Hudson com desenvolvedores, a maior parte dos membros da comunidade migrou para o Jenkins. A quantidade de commits nos dois projetos pode ser comparada nestes dois posts mostrando duas semanas depois e dois meses depois.

O abandono da variante comercial da Oracle e a transferência total do projeto para a comunidade pode ser insuficiente e tardio para resgatar o apoio da comunidade, a qual parece já ter feito sua escolha pelo LibreOffice.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Comentários da comunidade

  • Antes tarde do que nunca...

    by Michel Graciano /

    Seu comentário está aguardando aprovação dos moderadores. Obrigado por participar da discussão!

    Este tipo de situação tende a prejudicar apenas o projeto. Eu pessoalmente espero que isso funcione e o projeto saia fortalecido deste processo, mas isso vai depender de como a comunidade vai receber os termos desta doação.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

BT

Seu cadastro no InfoQ está atualizado? Poderia rever suas informações?

Nota: se você alterar seu email, receberá uma mensagem de confirmação

Nome da empresa:
Cargo/papel na empresa:
Tamanho da empresa:
País:
Estado:
Você vai receber um email para validação do novo endereço. Esta janela pop-up fechará em instantes.