BT

GemStone Revela Planos para a MagLev Ruby VM na RailsConf 2008

por Nick Laiacona , traduzido por Ricardo Yasuda em 30 Out 2008 |

Na sexta-feira da RailsConf, Avi Bryant e Bob Walker da GemStone revelaram os planos para o projeto MagLev. MagLev vai rodar Ruby on Rails dentro da tecnologia de objetos distribuídos da GemStone. A MagLev VM, embora ainda parcialmente implementada, até agora supera em performance o MRI 1.8.

MagLev é uma máquina virtual Ruby baseada na GemStone S64 VM, que roda Smalltalk. A máquina virtual Smalltalk foi estendida com byte codes especiais para torná-la compatível com Ruby. A máquina virtual Smalltalk da GemStone é usada há mais de 20 anos em setores como mercados financeiros em tempo real e a indústria mundial de remessas. É um repositório de dados maduro, rápido, estável, distribuído e transacional que pode armazenar mais de um trilhão de objetos ou 17PB (Petabytes) de informação. O objetivo do projeto MagLev é trazer esta tecnologia de objetos distribuídos para o mundo Ruby on Rails.

Avi Bryant, membro do core team do Dabble DB e SeaSide, demonstrou a tecnologia de objetos distribuídos do MagLev rodando Ruby. Usando uma sessão irb em uma máquina virtual Ruby, ele foi capaz de compartilhar dados de objeto com uma sessão irb em outra máquina virtual simplesmente instanciando objetos globais. Avi então demonstrou as palavras-chave BEGIN, COMMIT e ABORT que proporcionam uma estratégia de concorrência totalmente transacional e compatível com ACID. Ele também foi capaz de acessar dados de armazenamento persistentes usando o mesmo mecanismo. Essencialmente, MagLev estava fazendo o papel não somente da máquina virtual como também das camadas de cache e de armazenamento persistente.

Bob Walker, que é o gerente de projetos do projeto MagLev na GemStone, falou depois sobre o progresso deste esforço. Atualmente, o time de Bob Walker consegue rodar o MagLev significantemente mais rápido que o MRI 1.8 em cerca de 36 dos Ruby Shootout Benchmarks Eles planejam usar o Ruby Specs do projeto Rubinius para verificar a compatibilidade. Eles estão no terceiro mês de implantação. Partes do projeto serão open source, mas o core VM, que é escrito em C, vai provavelmente permanecer fechado.

A GemStone está ainda pensando em um modelo de preços para o MagLev. Bob Walker afirmou que haverá uma versão grátis disponível. A gerência da GemStone especula que um modelo de preços de dois ou três níveis é possível, definidos por tamanho de armazenamento ou número de transações. A GemStone colocou no ar uma página do projeto onde eles prometem que informações atualizadas sobre o projeto estarão disponíveis em breve.

Leia a entrevista exclusiva com Bob Walker, da GemStone, sobre MagLev na InfoQ..

 

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT