BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Caso de Negócio para SOA

por Boris Lublinsky , traduzido por Douglas Masson em 25 Nov 2008 |

Como já relatamos anteriormente, um dos principais ingredientes da implementação SOA de sucesso é a capacidade de articular claramente seus benefícios de negócio, com números concretos de redução de custos. Esta opinião é ressaltada por Chris Haddad em seu novo post:

Há quatro anos, o caso de negócios para SOA não importava. Organizações empresariais adotaram iniciativas de SOA baseadas na vontade de conseguir “vantagens competitivas” e “agilidade”, sem especificar métricas claras e critérios de sucesso... O ambiente de orçamentos atual, de fazer menos com menos faz com que isso seja... importante para os campeões da arquitetura orientada a serviço (SOA) fazer seus casos de negócio SOA convincentes para investimentos e para criar e manter o ímpeto.

Como um exemplo, Chris descreve a situação em que ele foi convidado a avaliar um projeto SOA, alegando que "implementar o Business Process Management Suite (BPMS)... e provar a suíte, tornaria a organização mais ágil", mas não pôde definir a agilidade que seria alcançada.

Refactoring constante do ambiente de TI em blocos mais dinâmicos e compostos, é extremamente importante. As últimas técnicas, tecnologias e ferramentas mais preparadas para facilitar o desenvolvimento de aplicações monolíticas e sistemas ativos mais reutilizáveis e eficientes. No entanto, poucos profissionais de TI qualificam e monitoram os benefícios de negócio gerados pela aplicação de sua empresa, e iniciativas de melhorias orientadas a serviços (como SOA, SDLC, e BPM). A falta da correlação entre investimento e beneficio está impedindo a constante busca de atividades de transformação.

Esta opinião foi confirmada por Mike Kavis

Um dos erros mais comuns de TI que as pessoas comentem é que elas abordam SOA unicamente a partir de uma perspectiva tecnológica. Eles gastam uma grande quantidade de tempo e esforço na arquitetura, avaliação de governança e fornecedores, o que é bom, mas eles esqueceram que SOA precisa resolver os problemas reais do negócio. Então, eles gastam uma quantia enorme de tempo e dinheiro construindo a arquitetura -- apenas para descobrir que quando eles terminaram, ninguém no negócio compreende os benefícios e não estão interessados na tecnologia.

Sua recomendação é:

Comece primeiro com os problemas reais do negócio. Está é a razão pelo qual o BPM (business process management) é a "menina dos olhos" de SOA. Melhorando e automatizando processos de negócio, o BPM resolve vários problemas do negócio. Ele oferece visibilidade no desempenho operacional, aumenta a agilidade, permitindo ao negócio, mudar os seus processos dinamicamente sem envolvimento de TI, elimina o desperdício - reduzindo, assim, os custos - e muito mais. Iniciar mostrando à equipe de negócio como o SOA resolverá primeiro os problemas reais do negócio.

De acordo com Chris Howard, vice presidente de plataforma estratégicas de aplicação e estratégia de gerência de dados do grupo Burton:

Como uma comunidade de líderes de tecnologia, precisamos mudar a ordem de conversa sobre SOA para reverter a fragilidade do SOA. Precisamos reposicionar o debate sobre o SOA dentro de um contexto empresarial claro e remover a ênfase do SOA para o bem do SOA.

SOA é tanto um problema de negócio como uma única tecnologia e sem articulação e um entendimento claro do problema em termos de negócio a implementação normalmente irá falhar, as vezes mesmo antes de realmente começar devido à falta de apoio da gerência sênior, controlando tanto o dinheiro como os recursos de desenvolvimento.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT