BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Melhores da InfoQ em 07: Microsoft anuncia o IronRuby

por Werner Schuster , traduzido por Gabriel Bógea em 10 Nov 2008 |

Esta notícia foi originalmente publicada em 30 de abril de 2007 e faz parte da coleção das melhores notícias de 2007 publicadas na InfoQ


A Microsoft anunciou na MIX07 o IronRuby, uma implementação do Ruby rodando no .Net CLR. Neste ponto o IronRuby é similar ao JRuby na Java VM e não deve ser confundido com ferramentas como o Ruby /.NET Bridge o qual apenas conecta um interpretador Ruby com a VM .Net.

Jim Hugunin, desenvolvedor do IronPython, uma versão do Python que roda em .Net, fornece mais informações sobre a tecnologia por trás do IronRuby, IronPython e algumas outras linguagens dinâmicas:

  A nova Dynamic Language Runtime (DLR) adiciona um pequeno conjunto de funcionalidades à CLR para torná-la
  drasticamente melhor.  A DLR adiciona à plataforma um conjunto de serviços projetados especificamente para as necessidades
  das linguagens dinâmicas.  Esses serviços incluem um sistema compartilhado de tipagem dinâmica, um modelo de hosting padrão e suporte
  para facilitar a geração de código dinâmico que seja rápido.  Com estas funcionalidades adicionais
  criar uma linguagem dinâmica de alta qualidade em .Net ficou drasticamente mais fácil.  Mais importante ainda é que essas funcionalidades
  permitem todas as linguagens dinâmicas que utilizem a DLR possam compartilhar código com outras linguagens dinâmicas livremente,
  bem como, com as poderosas linguagens estáticas já existentes na plataforma, tais como VB.Net e C#.

Ele também aponta que as fontes do IronPython e da nova DLR estão disponíveis.
 

Uma versão oficial do Ruby da Microsoft tem sido esperada por membros observadores da comunidade Ruby. Um indicativo foi que John Lam, criador do Ruby.CLR e agora na Microsoft, esteve em fóruns tais como o ruby-core, fazendo perguntas detalhadas sobre o comportamento do Ruby e de algumas de suas bibliotecas.  

Isto casou com a iniciativa de Charles O. Nutter do JRuby, que está por trás do esforço para obter uma especificação apropriada para o Ruby. Ele começou há muito tempo o Wiki do Ruby Spec e tenta encorajar o envolvimento da comunidade neste projeto. Outro esforço conduzido em dois projetos patrocinados pelo Google SoC (Summer of Code) foi o de definir conjuntos de testes que possam especificar o comportamento do Ruby utilizando RSpec, um framework em Ruby para "especificações executáveis".

Isto é, obviamente, muito importante para todas as implementações do Ruby, tais como JRuby, Rubinius ou o IronRuby, porque saber quais comportamentos e funcionalidades implementar é essencial. O comportamento da maioria das funcionalidades e bibliotecas do Ruby está documentado apenas em seu código fonte.

Em função disto, Charles O Nutter encoraja a Microsoft a se juntar ao esforço:

Nós esperamos que eles (Microsoft) se juntem a nós no esforço de construir uma especificação da comunidade para o Ruby e um conjunto comum de  testes open-source de compatibilidade.

Quando perguntado sobre esta entrada da Microsoft no mundo Ruby, Charles O Nutter disse:

É bom ver que a Microsoft também percebeu o potencial do Ruby e que eles estejam começando sua própria implementação do Ruby. Isto valida o tempo e esforço que nós colocamos no JRuby e ajuda a enfatizar a importância do Ruby e de outras linguagens dinâmicas na JVM.


         
 

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT