BT

Cloud Architectures não foram completamente definidos ainda

por Abel Avram , traduzido por Flávia Castro de Oliveira em 04 Mar 2009 |

Enquanto há muitos padrões de software maduros para as aplicações, o mesmo não pode ser dito sobre clouds. Cada fornecedor emprega sua própria solução, que provavelmente está mais sujeita a mudanças e melhorias. A tecnologia não está madura o suficiente para um claro conjunto de padrões a emergentes, mas o primeiro exemplo de trabalho está aí.

A Amazon sugere usar seu cloud para as seguintes tarefas:

Processamento de Pipelines

  • Documento de processamento de pipelines – converter centenas de milhares de documentos do Microsoft Word para PDF, OCR milhões de páginas/imagens em texto puro e indexável
  • Imagem de processamento de pipelines – criar thumbnails ou variantes de baixa resolução de uma imagem, redimensionar milhões de imagens
  • Video transcoding pipelines – transcodifique AVI para vídeos MPEG
  • Indexação – criar um index de rastreamento de dados da web
  • Data mining – realizar pesquisas ao longo de milhões de registros

Sistemas de Processamento Batch

  • Aplicações back-office (em financeiras, seguro ou setores varejistas)
  • Análises Log – analisar e gerar relatórios diariamente/semanalmente
  • Nightly builds – perform nightly automated builds do repositório do código fonte toda noite em paralelo
  • Teste Unitário Automatizado e Desenvolvimento de Testes – Testar e implantar e realizar testes unitários automatizados (funcional, load, qualidade) em diferentes configurações de deployment toda noite

Websites

  • Websites que “dormem” a noite e auto-escala durante o dia
  • Instant Websites – websites para conferências ou eventos (Super Bowl, torneios esportivos)
  • Websites de promoção
  • Websites de temporada- websites que somente funcionam durante a temporada dos impostos ou a temporada das férias (“Black Friday” ou Natal)

Um exemplo de uma arquitetura cloud está na GrepTheWeb da Amazon:

grep

Depois de um boa olhada, a arquitetura se parece com isto:

grep1

Jinesh Varia, um Evangelista de Serviços Web da Amazon, explicou o GrepTheWeb em detalhes através de uma apresentação publicada pela InfoQ.

Todd Hoff compilou uma lista de componentes básicos empregador por SmugMug na sua arquitetura cloud, que também é construída na Amazon EC2:

  • Iniciadores de trabalho - O trabalho vem de seu website e/ou outro subsistema de software e está na fila para processamento na Queue Service. Trabalho não tem de ser grandes relatórios. Trabalho pode ser pequena parte independente de um overall pipeline total. Não manter o estado nos Workers. Empacote o que você precisa que seja feito no relatório de trabalho e dispare de volta ao Queue Service, para processamento.
  • Provisioning Service - Esta é a infra-estrutura da Amazon que permite que instância sejam automaticamente escalada para cima e para baixo em relação à carga de trabalho. Esta será a grande diferença entre seu VPS ou a típica configuração do datacenter. Há uma API para começar e parar as AMIs e os mecanismos para automaticamente configurar e executar as VMs.
  • Workers - Estes são os caras que continuamente puxam o trabalho para fora das filas e fazem alguma coisa interessante com ele. Para SmugMug os resultados são armazenados no S3 mas os resultados poderiam ser colocados em seu próprio database, o SimpleDB ou qualquer que seja.
  • Queuing Service - Este é onde o trabalho está enfileirado para o consumo pelos workers. O SmugMug constrói seu próprio queuing service, mas você poderia usar com a mesma facilidade do próprio SQS da Amazon. Criar um queue service escalável, distribuído, performático e altamente disponível não é facil, então você pode querer dar uma olhada na variedade de diferentes sugestões de produtos para queue no Flickr - Do the Essential Work Up-front and Queue the Rest.
  • Controller - Este componente monitora muitas variáveis relacionadas ao work flow e decide quantas instâncias do EC2 são necessárias baseadas na otimização de um pequeno conjunto de objetivos. As instâncias são adicionadas e removidas quando necessário.

Cada fornecedor tem sua própria solução e diferentes são esperadas para aparecer no futuro. Os clouds não tem sido explorados e lentamente, mas constantemente, suas soluções arquitetônicas estão sendo elaboradas.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT