BT

Flight, um framework Flex MVC

por Jon Rose , traduzido por Felipe Rodrigues em 18 Mar 2009 |

O Flight Framework é uma adição recente ao conjunto crescente de framework MVC para desenvolvimento de aplicações em Adobe Flex.  Tyler Wright, Rob Taylor e Jacob Wright criaram o Flight Framework para atender suas necessidades de desenvolvimento em ActionScript e Flex e recentemente abriram o código em beta sob a MIT license.  Tyler discute o release em seu blog:

O Flight Framework é a evolução de um framework ActionScript que esteve no mercado por alguns anos. Ele é o substituto do Cairngorm e foi originalmente desenhado para aplicações web, centradas em design como criadores de logo e construtores de livros. Mesmo agora o framework vem com CommandHistory - uma solução completa para undo e redo - e outras utilidades práticas que fortalecem a oferta.

O Flight Framework mantém uma ênfase em suportar clientes capazes: aplicações Flex e Flash que são muito mais do que apenas uma face bonita para uma implementação no servidor. Através de características como domains (sistemas MVC modulares) e estrutura prescrita, o framework transforma scripting de componentes em um desenvolvimento real de aplicação.

Ao descrever o framework, os criadores freqüentemente o ligam ao Cairngorm, mas sem toda aquele código trabalhoso. O blog do projeto descreve o framework em mais detalhes:

O framework prescreve um workflow Model-View-Controller que minimiza a complexidade do desenvolvimento da aplicação. Ele modulariza a lógica de domínio, simplifica o desenvolvimento em equipe e cria um ambiente de programação interativo e natural. Ainda mais importante, o Flight Framework é desenhado para tornar sua experiência de codificação do dia a dia tão simples e prazerosa quanto possível.

O Flight Framework é minimalista. Tudo, desde seu tamanho até seus processos prescritos garantem que você nunca terá que fazer nada mais do que o absolutamente necessário.
...
O Flight Framework prescreve uma estrutura e metodologia comum que pode ser replicada por todas as camadas de sua aplicação.
...
Uma aplicação Flight é feita de uma série de uma ou mais módulos, ou domains, MVC. Cada domain sob o Flight representa um domínio de negócio específico ou um conjunto de problemas e soluções do mundo real. Exemplos de Domains são infinitos e variam de uma conta de usuário até um carrinho de compras completo, do fluxo de telas de uma aplicação até uma biblioteca de edição de imagens. Estes subsistemas MVC são definidos por você, refletindo os objetivos de sua aplica,ão e são únicos aos seus propósitos específicos. Alguns domains são completamente auto-contidos e são reutilizáveis por muitos projetos, enquanto outros tem dependências entre os objetivos de sua aplicação. Domains podem ser até mesmo organizados hierarquicamente, como um domain de alto nível envolvendo um grupo de sub-domains, para melhor modularização e gerenciamento de um sistema complexo. Apesar de poderosos, domains são simples o suficiente e fáceis de desenvolver. No Flight, domains bem definidos serão a força do desenvolvimento de sua aplicação.

Aprenda mais sobre o Flight Framework no site do projeto: http://www.flightxd.com.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

Swiz by Rodrigo Pereira Fraga

Sou mais SwizFramework...

code.google.com/p/swizframework/

O design arquitetural fica por minha conta...

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT