BT

Melhores linguagens de script: PHP, Ruby, Python

por Sebastien Auvray , traduzido por Ricardo Yasuda em 06 Abr 2009 |

Evans Data publicou o resultado da sua pesquisa de linguagens de script. PHP, Ruby e Python são as escolhas favoritas de mais de 500 desenvolvedores e profissionais de TI. Uso de linguagens de script nas empresas mudou com os tempos, e a pesquisa destaca as desvantagens e os méritos de cada linguagem. Richard Dice (presidente da Perl Foundation) disse em uma entrevista recente que linguagens de script tem aumentado seu papel nas empresas, e que não estavam mais presas a tarefas simples ou prototipagem. O alcance de aplicações cobertas está ficando maior também.
Nesta pesquisa, os usuários tinham que classificar as linguagens que usam basesados nos diferentes aspectos ou características (da pesquisa):

  • Facilidade de Uso
  • Tratamento de Exceções
  • Capacidade de Extensão
  • Manutenção / Legibilidade
  • Portabilidade Cross-Platform
  • Comunidade
  • Disponibilidade de Ferramentas
  • Qualidade das Ferramentas
  • Performance
  • Gerenciamento de Memória
  • Client side scripting
  • Segurança

As linguagens avaliadas foram: Actionscript, Flex, Javascript, Microsoft F#, Microsoft Powershell, Perl, PHP, Python, Ruby, VB Script. O relatório é baseado na percepção dos usuários destas linguagens. 

O ranking geral (com pesos) traz PHP, Ruby e Python nos primeiros lugares. 

As melhores linguagens neste estudo são liguagens open source e portanto evoluem de uma maneira orgânica. As linguagens proprietárias da Microsoft, apesar de ter a titã do software por trás e seus muitos recursos, não satisfez seus usuários tão bem como as linguagens open source.

Facilidade de uso é a coisa mais importante para usuário de Ruby e PHP, enquanto usuários de Python priorizaram capacidade de extensão. Comunidade também é um atributo importante para essas 3 linguagens com uma vantagem para o Ruby:

A comunidade Ruby é razoavelmente pequena mas muito dedicada e com muita voz.

O relatório passa por um dos debates que surgem regularmente: performance do Ruby.

Até o usuário mais passional de Ruby tem algumas dúvidas sobre como se espera que uma aplicação Ruby performe e algumas aplicações Web 2.0 bem conhecidas que foram escritas em Ruby viram grandes problemas com performance e também para escalar.

O relatório também enfatiza a lei uniforme de interesse de desenvolvedores por segurança.

No final Ruby aparece como primeiro para facilidade de uso, tratamento de exceções, manutenção / legibilidade e comunidade.

Enquanto Antonio Cangiano e Peter Cooper discordam no desafio para Ruby em 2009: técnico, ou evangelismo, a pesquisa EDC revela que a plataforma Ruby precisa melhorar no client side scripting (onde JavaScript fica em primeiro lugar) e Ferramentas (qualidade e disponibilidade).

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Opinião by Wagner Santos

Javascript em 6º?? Será que foi considerado o uso de bibliotecas AJAX (jQuery, prototype, etc...),pois talvez o resultado fosse um pouco diferente !!

Re: Opinião by Felipe Rodrigues

Acho que não foi considerado a quantidade de usuários ou projetos que utilizam, mas sim a satisfação dos usuários.

Eu por exemplo, não sou muito fã de JavaScript, mesmo considerando as bibliotecas AJAX.

Só não gostei muito foi do PHP na frente de tudo. No mínimo inesperado.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

2 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2013 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT