BT

Agile Brazil 2009 – Sucesso total no berço da comunidade Agile brasileira

por Manoel Pimentel em 06 Jul 2009 |

Rio de Janeiro, 27 de Junho de 2009, sábado a noite com um clima agradabilíssimo, muita alegria, inúmeros e multilíngües “parabéns pelo evento” e “parabéns pela palestra” ecoavam pelo auditório da PUC-Rio.

Foi com esse clima que terminou o Agile Brazil 2009, uma excelente conferência que reuniu diversos expoentes da comunidade Agile nacional e internacional na cidade do Rio de Janeiro (que podemos dizer que é o berço da comunidade Agile brasileira) e que reuniu mais de 150 pessoas durante as palestras, auditório lotado durante o evento inteiro.

Como palestrantes internacionais, tivemos a participação mais do que especial dos ThoughtWorkers: Jason Che-han Yip, Paulo Caroli, Adam Monago, além da participação de Sidney Pinney e Graig Gorline (ambos diretores da ThoughtWorks).

Representando os brazucas tivemos como palestrantes: O nosso amigo Alisson Vale (Phidelis Technologies), o Dr. Rodrigo de Toledo (Petrobras) e eu (Manoel Pimentel -InfoQ). Tivemos também a participação especial durante a mesa redonda dos famosos Vinícios Teles(ImproveIT) e de Guilherme Chapiewski(Globo.com).

Resumindo o evento em ordem cronológica, iniciamoscom uma breve preleção de Graig Gorline sobre como ThoughtWorks acreditou na organização do evento e como está sendo um importante marco para estreitar a relação da ThoughtWorks com a comunidade Brasileira (na qual eles cultivam uma profunda admiração).

Jason Che-han Yip fez uma palestra muito direta sobre “Técnicas do Pensamento Lean para Profissionais de TI”, onde abordou alguns conceitos fundamentas (Simplicidade, Jidoca, Value Stream Map, etc) do Lean e como eles podem estar presentes nas atividades de desenvolvimento de software, principalmente como é importante cativar o senso de eliminar atividades fontes de desperdício ao desenvolvimento de software.

Um dos ThoughtWorkers “visitantes” era o brasileiro Paulo Caroli, que realizou uma palestra com o título “XP and Design - Where did the Design phase go?”, onde conseguiu discorrer entre o conceitual e as experiências que o mesmo vêm obtendo em projetos ágeis da ThoughtWorks (inclusive alguns com mais de 150 pessoas), principalmente provendo uma visão muito pragmática acerca do design em baby steps de software.

O outro ThoughtWorker palestrante foi o impagável Adam Monago, que com muita experiência e muito bom humor, palestrou sobre “Agile Analysis, Not Fragile Analysis”, onde abordou como representar diversos tipos de requisitos através de Users Stories e principalmente qual a importância dessa abordagem para estimular o dinamismo da equipe e melhor sinergia com o cliente num projeto ágil.

Na parte da tarde, fiz minha palestra sobre “Facilitação e Coaching em Projetos Ágeis”, onde tive a sorte de ter a empatia do público, o que possibilitou uma palestra bem dinâmica e participativa para mostrar ao público os desafios e maneiras de conduzir (através do Coaching) um processo de adoção de Agile numa equipe. Também relatei um pouco de minhas experiências (positivas e negativas) com a complexidade organizacional numa instituição financeiro-bancária.

O Dr. Rodrigo de Toledo fez uma hilariante palestra sobre “Retrospectivas e Scrum”, onde fez algumas correlações de Agile com a matemática e principalmente mostrou sua bem sucedida experiência em inverter a ordem de realização das retrospectivas (antes do review) em projetos com Scrum na Petrobras.

Como última palestra do dia, Alisson Vale falou sobre “Alavancagem Sistêmica em Projetos Ágeis”, onde abordou como o pensamento sistêmico (questões das partes com o todo), está presente no pensamento Lean. Também relatou um pouco de sua experiência com o Sistema KanBan na Phidelis Technologies e, como a adoção desse sistema baseado em Lean, têm o ajudado a adquirir a agilidade necessária para evolução e sustentação de seus produtos.

Finalizando a conferência, foi realizada a mesa redonda com alguns convidados especiais, onde fora debatido vários temas quentes sobre Agilidade e principalmente a questão do ensino de Agile na faculdades. Destaque aqui para a rara aparição do quase “monge” Vinícios Teles, que agora dedicasse a evolução de seu produto pela ImproveIT e mesmo recluso, continua dando um show na adoção de Agile (especialmente XP) em seu ambiente.

Para finalizar, gostaria de parabenizar o meu amigo Rodrigo de Toledo e o Paulo Caroli pela organização desse magnífico evento, que serviu para mostrar mais uma fez a força e importância do Brasil no cenário Ágil internacional. Espero que as edições futuras dessa conferência continuem a ter esse enorme sucesso de conteúdo e de público.

** Veja a cobertura fotográfica completa em meu site sobre fotografia.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT