BT

Ferramenta SpringSource Tool Suite 2.1.0 RC1 Suporta Spring 3.0 e OSGi Development Tools

por Srini Penchikala , traduzido por Rafael Riberto em 13 Ago 2009 |

O SpringSource Tool Suite (STS), é um ambiente de desenvolvimento baseado em Eclipse para construção de aplicações Spring. Sua última versão suporta Spring 3.0 e ferramentas de construção OSGi. O time de desenvolvimento SpringSource recentemente anunciou o lançamento do primeiro release candidate do SpringSource Tool Suite 2.1.0 version. Esta nova versão também suporta integração runtime com o Elastic Cloud Computing (EC2) e VMware da Amazon.

O STS permite que aplicações Spring sejam empacotadas e distribuídas em um ambiente runtime OSGi modular como o fornecido pelo SpringSource dm Server. O STS também incorpora: uma interface com usuário focada em tarefas para acelerar o desenvolvimento, ferramentas de revisão de arquitetura para orientar os desenvolvedores nas melhores práticas e, uma análise de erro em runtime com checagem de solução automática para auxiliar a resolução de problemas em tempo de execução.

Anteriormente o SpringSource Tool Suite estava disponível como uma ferramenta comercial, mas seu fundador, Rod Johnson anunciou em Abril, na conferência européia SpringOne, que os novos lançamentos seriam versões gratuitas. Christian Dupuis escreveu recentemente sobre este anúncio e as novas características da nova versão.

As novas características do SpringSource Tool Suite 2.1.0 RC1 e a recente Milestone release incluem:

Ferramentas de Desenvolvimento

Spring Project Nature:
Os novos wizards de arquivos Spring Bean Definition e Web Flow Definition permitem automaticamente adicionar o Spring Project Nature num novo projeto. Outras ferramentas visuais ajudam construir aplicações baseadas em Spring, como o Project Creation Wizard, Spring Configuration Editor (baseada em rich forms), Quick Fixes e Quick Assist, Bean Creation Wizard e Namespace Configuration Dialog.

Project Templates:
A nova versão contém diversos templates de projetos que ajudam o início rápido de um projeto Spring. Os templates incluem o suporte para projetos do Spring Portfolio como o Spring MVC, Spring Web Flow, Spring Faces, Spring Batch, Spring Roo e OSGi Boundle para SpringSource dm Server.

Type-aware Bean Reference Content Assist:
Um pedido a muito desejado foi adicionado no STS 2.1.0.M2: assistente de conteúdo para Spring beans agora referenciam beans que coincidem tipos de construtores e propriedades. Beans que casam a propriedade ou o argument type do construtor recebem prioridade maior e são separadas claramente na interface de proposta do assistente de conteúdo.

Spring 3.0 M3 Support:
O STS foi evoluído internamente para usar o Spring Framework 3.0.0.M3 para usar as caraterísticas do Spring 3.0. As novas tags <task:* /> e <jdbc:* /> estão disponíveis e integradas no STS, assim como as demais namespaces do Spring, no assistente de conteúdo, hyperlinking e na validação. O STS também suporta as novas anotações @Configuration e @Bean, introduzidas na versão 3.0. Os Spring beans configurados pelo @Bean ficam visíveis no Spring Explorer, no gráfico de dependência e podem ser referenciados no Spring XML. Estas novas anotações também foram adicionadas ao Stereotype e Annotation Grouping Support for STS, provendo a navegação e validação das configuration classes.

Spring Roo Integration:
Desenvolvedores agora podem configurar uma instalação Roo externa para ser usada dentro do STS ao invés de agrupado. Isto permite o uso de novas versões Roo e add-nos sem a necessidade de uma nova versão do STS. Para se aumentar as vantagens de produtividade do Spring Roo, disponíveis dentro da IDE, o STS integra o Roo Shell e prove um prompt de comando Quick Roo (CTRL+R ou CMD+R no Mac). A instalação do Roo pode ser configurada por nível de projeto ou por workspace; isto permite direcionar a workspace dos projetos para usar diferentes versões do Roo e um conjunto de add-ons diferente.

Spring Batch Visual Editor:
O novo lançamento inclui algumas melhoras no editor visual para Spring Batch suportando uma ampla gama de tarefas de edição. Para acessar o Batch Editor abra pelo Spring Config Editor, um arquivo XML de definição de beans Spring com os Jobs Batch dentro e seleciona a tab batch-graph.

OSGi Development:
Os programadores Java agora possuem a ferramenta necessária para visualizar, empacotar e distribuir aplicações modulares no SpringSource DM Server. O suporte das ferramentas de desenvolvimento OSGi no STS 2.0 incluem a validação do arquivo Bundlor template.mf ao longo do MANIFEST.MF e do TEST.MF.

Ferramentas de Integração de Runtime

tc Server Instance & Group Management:
A nova versão do STS permite o gerenciamento dos grupos e das instancias do tc Server dentro da IDE. A integração com o tc Server, introduzida com o STS 2.0.2, foi estendida para permitir operações de start/stop bem como deploy remoto de aplicações nas instancias que são gerenciadas pelo SpringSource AMS. Para configurar um grupo ou uma instancia isolada com o STS, abra a visão WTP Servers e crie um novo servidor. No “New Server Wizard” selecione SpringSource AMS server type e finalize o wizard.

Integração com o AmazonEC2:
O STS permite distribuir aplicações WAR, OSGi bundle e projetos PAR para dm e tc Server executados na nuvem Amazon EC2. AMIs para dm e tc Server correspondentes foram publicados pelo SpringSource. A integração EC2 manipulará automaticamente o setup do cluster do application server e o load balance se necessário.

VMware Lab Manager:
Há também uma view chamada "Lab Manager" que permite o desenvolvedor conectar em uma instalação VMware Lab Manager e navegar nas configurações. O usuário pode iniciar e parar configurações e abrir consoles para as instancias VM diretamente na IDE. Esta característica pode ser instalada a partir do VMware Eclipse updade site. Desenvolvedores distribuindo aplicações Spring dentro de data Center virtuais agora possuem ferramentas que os auxiliam testar e debugar aplicações executadas em uma VMware Workstation.

A nova versão do O SpringSource Tool Suite também prove boa integração com a recente versão Eclipse 3.5. Christian Dupuis e Adam Fitzgerald recentemente escreveram sobre como instalar o SprintSource Tool Suite 2.1.0.RC1 Eclipse plugin no Eclipse 3.5 Galileo version Do time de colaboração e centro de gerenciamento de tarefa, STS, uma ferramenta certificada TaskTop, estende a interface focada em tarefa da Mylyn para prover um workflow simples para tornar mais fácil aos desenvolvedores navegar em hierarquias complexas das aplicações corporativas modernas. Ele mantem um histórico de navegação focado para todos os elementos de programação tanto abertos na IDE quando os recursos Web utilizados.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT