BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

O que há de novo no WPF 4.0?

por Jonathan Allen , traduzido por Felipe Blini em 18 Nov 2009 |

Três controles do WPF Toolkit foram movidos para dentro do núcleo liberado. Especificamente, são eles: DataGrid, DatePicker e Calendar. Como eles já possuem suas contra-partes no Silverlight, a Microsoft está prometendo "API 99% comportamentalmente-compatível" entre as versões do WPF e Silverlight. O DataGrid tem uma importância particular, como a falta dele tem sido freqüentemente citada o que prova de que o WPF não está adequado para a linha de aplicativos de negócios.

Há já duas liberações pós 4.0 planejadas, cada uma incluindo controles adicionais. O "Bag O'Tricks" incluirá AnimatingTilePanel, ColorPicker, InfoTextBox, ListPager, NumericUpDown, Reveal, TransitionsPresenter, TreeMapPanel. O outro é um controle WPF Ribbon, que está atualmente disponível como CTP.

No lado de gráficos, foi adicionado suporte para Pixel Shader 3.0. Anteriormente o WPF dava suporte ao Pixel Shader 2.0 através do ShaderEffect. Provavelmente o mais importante para os desenvolvedores é o LayoutRounding. Isto irá forçar o mecanismo de layout para colocar elementos no limite completo dos pixels. Os controles atuais são alinhados através dos limites de sub-pixels, o que pode resultar em UIs borradas.

Falando de UIs borradas, o WPF soube resolver bem o problema de renderização de texto. Para fazer isso, a pilha de renderização de texto antiga foi totalmente substituída. Junto com isso vem as opções de formatação de texto que permitem algum grau de ajuste fino.

Windows 7 tem recebido atenção especial. O WPF 4.0 oferecerá suporte para MultiTouch, Jump Lists, e integração com a barra de tarefas. As Miniaturas da Barra de Ferramentas (Thumbnail Toolbars) são particularmente interessantes. Elas permitem que os usuários interagem com uma aplicação mesmo que ela esteja minimizada.

Em relação ao data-binding, foi adicionado suporte para binding em objetos dinâmicos que implementam IDynamicMetaObjectProvider. Isso inclui todas as linguagens baseadas em DLR como o IronPython e IronRuby.

O Visual State Manager do Silverlight fez o seu caminho em WPF. O WPF já tinha Triggers muito mais poderosas, mas também muito mais difíceis de usar do que o Visual State Manager do Silverlight.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT