BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Recompensas Individuais em um Time Scrum

por Shane Hastie , traduzido por Paulo Rebelo em 16 Dez 2009 |

Uma recente discussão se iniciou no grupo Agile Alliance do LinkedIn com a questão feita por Reeju Srivastava:
"Deveríamos ter um reconhecimento individual em um time Scrum?"

Esta questão provocou um intenso debate, com opiniões a favor e contra.

Aqui estão alguns pontos levantados na discussão:

A FAVOR:

Os comunistas tentaram o conceito de agricultura cooperativa. Sobre esse paradigma, nenhum indivíduo deveria ser melhor do que o resto. É desnecessário dizer que o conceito não deu certo.

Quando as pessoas argumentam que um sistema de recompensa competitiva não é bom, normalmente começam a partir do ponto de vista bastante extremo que a competitividade é um jogo de “soma-zero” em que o vencedor leva tudo. Mas na maioria das situações da vida real não é esse o caso.

Na maioria dos ambientes de trabalho a dinâmica de equipe se assemelha ao de um equilíbrio de Nash (como a retratada no filme "Uma Mente Brilhante"). Todos os “jogadores” têm o mesmo objetivo em mente e eles tentam superar uns aos outros, mas nunca de uma forma que diminui a iniciativa global da equipe ou se desvia da meta principal.

Não há nada de errado em premiar o indivíduo "jogadores" em um equilíbrio de Nash. Na verdade, se não houvesse, então não existiria um equilíbrio.

Na escola de negócios eles ensinam que, em suas carreiras, os indivíduos são motivados principalmente por 3 coisas:
- crescimento pessoal
- dinheiro
- reconhecimento

Se o sistema de recompensa falhar suficientemente para motivar o indivíduo através destes canais, então haverá problemas de retenção de funcionários. Isso pode não acontecer imediatamente, mas a médio e longo prazo, acontecerá.

Embora muitas sociedades tentaram, nenhuma deles conseguiu reprimir o indivíduo por períodos muito longos de tempo. Invariavelmente, essas ordens sociais falham, ou porque os membros da sociedade se revoltam, ou porque simplesmente migram para sociedades vizinhas que oferecem um sistema de remuneração adequada.

É bem verdade que muita concorrência pode desestabilizar uma equipe. É por isso que poucas equipes toleram "prima donnas". Mas, sem concorrência, os riscos são os seguintes:
- Os membros deixam-na em favor de oportunidades mais gratificantes
- Os membros mais fracos não ficam motivados para se sobressaírem
- Os membros mais fortes ficam desmotivados de se sobressaírem
- A equipe (como um todo) se estagna e não vai melhorar seu conjunto de habilidades

Qualquer equipe pode tolerar certo nível de concorrência, e certa falta de recompensas. Existe um meio termo de estabilidade entre os extremos. Eu acredito que é uma interpretação do equilíbrio de Nash. Mas fora o “meio termo”, existem riscos.

Por Virgil Mocanu

Como já foi mencionado diversas vezes, eu acredito que este é um cenário válido quando a equipe escolhe reconhecer a excelência individual acima e além da prática normal. Atuar como equipe permite uma responsabilidade coletiva e contabiliza-se para a entrega, então eu defendo que a equipe também pode controlar como funciona o processo de reconhecimento e motivação. Mesmo que os princípios de metodologias ágeis direcionem para a colaboração, eu não diria que isso exclui o indivíduo. Além disso, todos têm aspirações individuais e almejam o desenvolvimento na carreira mesmo quando estamos em um ambiente altamente colaborativo. Eu acredito que nós precisamos reconhecer os benefícios do indivíduo para criar a sinergia da equipe, permitindo que os membros em particular projetem papeis sobre o código baseado na experiência e expertise, dependendo dos requisitos em mão.
Por Sean Capes

CONTRA:

Porque é uma pessoa sempre digna de ser elevada acima da equipe? O que você espera alcançar? Por que você quer fazer isso?

Por Kevin E. Schlabach

 

Equipes Scrum trabalham porque elas estão intimamente ligadas umas às outras. O reconhecimento individual pode quebrar fortemente essa rede e criar um conflito entre os membros da equipe

 

By Archit Jauhari

 

Se você quer ter um time bem sucedido - Absolutamente não.
A única exceção que eu poderia pensar nisso é somente se essa solicitação vier do time.
Mas, isso configura um conflito de interesses.

 

Portanto, levanta-se uma questão de como nós recompensaríamos adequadamente os mestres versus os novatos e todos os níveis entre eles. A única maneira que eu posso pensar é ter um fator em função do nível de habilidade de forma objetiva, bastante determinada.

Qualquer comportamento que prepare o terreno para minar a confiança do time é uma má ideia.

Por Jay Conne

 

Resposta simples ... Não.
Uma vez que um time Scrum é, como um todo, responsável por seus compromissos e trabalho, a possibilidade para que isso seja implementado indica que algo está errado dentro do time. Como pode uma pessoa se destacar, sem que seja uma decisão coletiva?

 

Se tudo correr normalmente, ou alguém está fazendo coisas que ele não deveria estar fazendo ou foi uma decisão do grupo que esta pessoa deve fazer a coisa em questão. Não garante um reconhecimento pessoal.

Então, naturalmente, é sempre bom para as pessoas serem notadas quando trabalham duro. Mas eu iria lidar com isso de outra maneira.

Por Daniel Liljeberg

 

 

Kevin Schlabach blogou sobre o tema em http://agile-commentary.blogspot.com/2009/11/individual-recognition-on-scrum-team.html


Recompensas individuais são usadas em sua equipe e isso promove ou prejudica a performance da equipe?

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Comunismo by Rodrigo Branas

É fato que dificilmente teremos uma equipe nivelada em termos de capacidade técnica, pró-atividade e responsabilidade. Geralmente existem pessoas que correm mais atrás da meta que outras e jogar todos no mesmo "balaio" pode gerar descontentamento e falta de ânimo para seguir em frente. Claro que enaltecer o trabalho de um enquanto os outros também se esforçaram não é uma atitude tão positiva quando feito abertamente, no entanto, acredito que é muito importante mesmo que individualmente chamar o bom profissional e dizer isso a ele. Reconhecer seja por palavras, dinheiro ou o que quer que seja é muito importante para reter talentos e estimulá-los.

Depende by Fabiano Silva

Acho que a questão, da forma como foi colocada, ainda não reflete toda a profundidade do tema.
Reconhecer o indivíduo por qual motivo?
Conquista pessoal? Certificação? Definitivamente deve
Desempenho no projeto? Se o desempenho é tão notável que merece uma recompensa *extra* o time todo estará agradecido ao indivíduo.
Proposta de inovação? Agora começa a nebulosidade - A inovação foi algo isolado? Pouco provável
Metas pessoais atingidas? (esse tem um pouco de todas as anteriores)

Acredito que as particularidades devem ser muito bem avaliadas e, por que não, discutidas com o time? Minha visão é que tem muita coisa legal em Scrum (e outras metodologias ágeis) mas o que realmente motiva as pessoas a trabalhar nisso é o ambiente inclusivo que elas vêem nele, a chance de realmente interferir no resultado, algo muito diferente do que tenho visto em nossas mamutescas empresas de 2 ou 3 letrinhas.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

2 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT