BT

User Manifesto - Uma extensão do manifesto ágil

por Wagner R. Santos em 12 Jan 2010 |

Em seu site, Alistair Cockburn propôs a criação de uma extensão para o Manifesto Ágil, voltada para o usuário / cliente chamada de User Manifesto, a partir de uma discussão na cidade de Salt Lake junto com Jeff Patton, que em conjunto com outras pessoas iniciaram este trabalho.
O trabalho é ainda preliminar, mas já foram criadas quatro opções, que são basicamente as mesmas, mas dispostas de maneira diferente, conforme segue abaixo.

 

Escolha A:

 Nós queremos que os times de produto entreguem produtos
 ... que não somente "funcionem" ou atendam um checklist, mas que resolvam meus problemas,
 ... que não somente atendam as minhas necessidades no momento, mas que evoluam conforme minhas necessidades evoluem.
 ... quen não funcionem da maneira que os designers pensam como eu deveria trabalhar, mas que funcionem da maneira como eu trabalho,
 ... que eu não veja somente como ferramentas, mas que eu veja atráves do trabalho que tenho realizado,
 ... que eu não somente use, mas que eu me sinta prazer ao utilizar.

Escolha B:


 Nós queremos que os times de produto entreguem produtos
 ... que resolvam meus problemas, e que não somente funcionem ou que atenda um checklist,
 ... que evoluam conforme minhas necessidades evoluem, e não somente atendam as minhas necessidades no momento,
 ... que funcionem da maneira que eu trabalho, não da maneira que os designers pensam como eu deveria trabalhar,
 ... que eu sinta prazer ao utilizar, não somente as utilize.

Escolha C:

Estou cansado de produtos que apenas tenho de usar, que somente "funcionem" ou atendam um checklist, que somente atendam as minhas necessidades no momento, que eu as veja somente como ferramentas, que funcionem da maneira que os designers pensam como eu devo deveria trabalhar.

Eu quero produtos que funcionem da maneira que trabalho, que resolvam meus problemas, que eu veja através do trabalho que tenho realizado, e que evoluam conforme minhas necessidades evoluam, e que eu sinta prazer ao utilizar.

Escolha D:


Nós pensamos no porquê os times geralmente entregam produtos que passam nos testes, mas que não resolvem nossos problemas, que nós somente utilizamos, que somente "funcionem" ou atendam um checklist, que somente atendam nossas necessidades no momento, que nós vemos somente como ferramentas e que funcionam da maneira que os designers pensam como deveríamos trabalhar.

Eu quero produtos que funcionem da maneira que trabalho, que resolvam meus problemas, que eu veja através do trabalho que tenho realizado, que evolua conforme minhas necessidades evoluem, e que eu sinta prazer ao utilizar.

 

Alistair Cockburn abriu uma página em site para uma discussão aberta, aproveite e participe!

E você, o que acha disto? Qual será o impacto deste manifesto nas metodologias ágeis. Participem e deêm sua opinião.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Uma extensão do manifesto ágil by Ana Paula Morais

Tudo o que fazemos, ou seja, o fruto do nosso trabalho, é satisfazer as necessidades dos nossos clientes e usuários. O texto está enfatizando essa questão e ressaltando isto, não é fazer o que queremos e como queremos. E sim, trabalharmos para proporcionar conforto aos nossos clientes!!!!
E nada melhor, do que o próprio cliente, para informar quais são as diretrizes do que o deixa confortável!!!
Esta extensão vem reforçar conceitos esquecidos ou deixados de lado. Afinal, todos sabemos disto, mas as vezes nos esquecemos que o software que produzimos é para o usuário utilizá-lo e não uma obra de arte que será pendurada em uma parede para os outros admirarem!!!!
Ana Corrêa

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT