BT

As 10 mais importantes mudanças de mentalidade no Scrum

por Lucas Souza em 05 Mai 2010 |

Um dos principais problemas enfrentados quando tenta-se implantar Scrum ou qualquer método ágil dentro de uma empresa são as resistências as mudanças. Muitas empresa mantém a cultura antiga e não conseguem sucesso com Scrum e criticam-o alegando que ele não funciona sendo que eles estão resistindo as mudanças propostas por ele.

Porém o que acontece na maioria das vezes é que as mudanças na maneira de pensar a organização dos projetos, não são aceitas facilmente, isto ocorre por diversos motivos. Joachim Legat no blog do Scrum4You relata 10 mudanças de mentalidade que deveriam ocorrer quando implantamos Scrum.

  1. A Teoria do Push presentes nos gerenciamentos de projetos clássicos deve ser substituída pela Teoria do Pull presente no gerenciamento Lean.
  2. O gerente não é mais um supervisor, mas sim um facilitador. Ele não pode fazer o trabalho dos membros da equipe e não controla a maneira que a equipe trabalha. Ele simplesmente se as regras e os limites estão sendo obedecidos.
  3. Scrum é para adultos. Aqueles que não querem contribuir, que consideram o trabalho um trabalho, e que preferem trabalhar sozinhos e sem distrações, não são pessoas ideias para o Scrum. Scrum significa trabalhar para si mesmo, para a equipe e para a organização. Scrum é muito mais do que as formas tradicionais de trabalho.
  4. As soluções para as tarefas, problemas, etc, são desenvolvidos pelas pessoas do time, não pelos gerentes em volta da equipe. Gerentes não desenvolvem soluções, eles apenas identificam o que tem que ser resolvido e passa para o time.
  5. O ScrumMaster é um meio gerente. Ele é um gerente, mas sem responsabilidade disciplinar. Portanto, ele é um gerente que garante que as regras sejam seguidas, e dá um feedback sobre o processo.
  6. A única coisa que conta é o produto seja incrementado. Quanto foi gasto de esforço, ou como foi desenvolvido não importa.
  7. Prazos fixos são coisas da era industrial, mas não mais nos tempos atuais. Cérebros não trabalham como uma linha de montagem, mas sempre construindo idéias. As pessoas possuem experiências e querem aplicá-las. Neste caso é injusto que alguém seja avaliado por suas horas, afinal é a qualidade que conta e não a quantidade.
  8. Comunicação e as pessoas são mais importantes que o trabalho mental e a documentação. Pessoas encontram novas soluções ao lidar uns com os outros e quando trabalham com um objetivo em comum.
  9. Falhas rápidas são decisivas. A solução absoluta não precisa ser encontrada, ao invés disso, deve-se procurar pela melhor solução naquele momento, mantendo sempre o profissionalismo e a qualidade do que for feito.
  10. Mudança de pensamento é uma atitude. Pode-se ser melhor amanhã do que se foi hoje, e pode-se ser melhor hoje do que se foi ontem. As coisas têm que ser consideradas e constantemente novas soluções têm acontecer.

E você leitor? Que dica tem para compartilhar sobre as mudanças de pensamento quando queremos o Scrum?

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

As 10 mais importantes mudanças de mentalidade no Scrum by Fernando Ribeiro

Muito bom artigo, realmente ainda a muita resistencia a algumas praticas do Scrum, recentemente estou terminando o processo de implantação do scrum na empresa onde trabalho e estou tendo sucesso, ouve algumas resistencias mas consegui provar que aquilo seria um beneficio.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT