BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Ehcache 2.2 suporta Terabyte Cache e autenticação LDAP

por Srini Penchikala , traduzido por Lucas Souza em 10 Ago 2010 |

A última versão do framework open source de cache, o EhCache, possuí suporte a terabyte cache e a Java Authentication and Authorization Service (JAAS) com integração com LDAP. O time de desenvolvimento do Terracotta anunciou na última semana a disponibilidade da versão 2.2  do Ehcache como parte da release 3.3 do Terracotta.  A nova versão incluí um console gerenciador que fornece visibilidade e controle do ambiente de execução de caching, para desenvolvedores e operadores.

A feature de caching usa uma nova estratégia de armazenagem que suporta caches com um grande número de entradas e nós. Este é um modo opcional que pode ser configurado por cache e habilitado com um novo atributo da tag <terracotta> chamado storageStrategy. A autenticação baseada em LDAP é usada para controlar o acesso de desenvolvedores e operadores ao gerenciamento do console. Esta feature de segurança requer a versão 1.6 do JDK, entretanto, utilizando uma versão mais antiga do Java não impedirá o uso de servidores do Terracotta de rodar, porém a segurança será desabilitada.

Outras novas features incluídas na última versão do Ehcache são:

  • Monitoramento: Este incluí o console de gerenciamento para caches distribuídos com novos painéis de controle para o Ehcache, Quartz Scheduler e Web Sessions, para visibilidade e controle da aplicação. Existe também uma view consolidada de eventos cluster-wide que permite aos times do operadores identificar problemas nos nós do cluster bem como diagnosticar erros e problemas de performance. O evento de monitoramente é entregue através de um Console de Eventos. Outra feature do console facilita mudanças dinâmicas  da topologia do servidor de cluster, forçando um reload automático das configurações sem parar o servidor.
  • Multi-Data Center Support: Existe um suporte customizado ao cache replicado entre clusters em diferentes regiões geográficas que permite um disaster recovery(DR) através de Wide Area Networks (WANs).
  • Common Runtime Library: Esta nova biblioteca de runtime reduz o uso de memória e de conexões de rede, além de fornecer novas constructs comuns ao desenvolvedor. Também disponibiliza uma API que os desenvolvedores podem usar para coordenar tarefas atrvés de múltiplas maquinas.
  • Nova Toolkit API: As bibliotecas clientes foram refatoradas para usar um jar comum e compartilhado (chamado terracotta-toolkit-1.0-runtime-1.0.0.jar) para clusterizar os casos principais. Isto reduz o número de L1-L2 conexões de socket e o uso do heap em aplicações que usam múltiplos tipos de clientes para fazer o caching. Ele também é usado para construções que podem ser usados em aplicações que incluem mapas concorrentes, locks, counters, queues, evictor e etc.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT