BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Como foi o QCon São Paulo 2010

por Pedro Mariano e Lucas Souza em 20 Set 2010 |

Nos dias 11 e 12 de setembro, foi realizada em São Paulo a primeira edição da QCon no Brasil (vídeo). O evento agitou o fim de semana e contou com palestrantes de alto nível como: Nick Kallen (engenheiro de sistemas do Twitter), Randy Shoup (engenheiro chefe do eBay), Douglas Crockford (arquiteto sênior do Yahoo!), Scott Ambler (gerente de metodologias ágeis da IBM Rational), Charles Nutter (criador do JRuby) e Guilherme Silveira (criador do Restfulie e líder técnico da Caelum), além de outros conhecidos nacional e intercionalmente (para ver toda a grade acesse o link).

O QCon é um evento conhecido mundialmente e veio pela primeira vez ao Brasil. Para manter o excelente nível que o evento tem lá fora, tivemos que trabalhar bastante, buscamos os melhores palestrantes de cada track que tivemos (Agile, Java, Ruby, Casos e Soluções, Arquitetura e .NET), buscando proporcionar um conteúdo amplo e diversificado para o público. As palestras dos brasileiros surpreenderam a muitos, sendo diversas delas bastante aprofundadas, agradando o público do evento, composto de desenvolvedores e arquitetos mais seniores.

O evento foi organizado pela Caelum em conjunto com a InfoQ Brasil e contou com mais de 40 palestras e cerca de 700 participantes, um número acima do esperado. Outro dado que surpreendeu a todos foi a quantidade de pessoas que vieram de outros estados, cerca de 50% do público não era da capital paulista.

A InfoQ Brasil, antes de tudo, gostaria de agradecer a todos os participantes e palestrantes que fizeram desse evento uma refêrencia para eventos nacionais. Foi incrível ver a quantidade de pessoas conversando sobre os mais diversos assuntos, trocando idéias, gerando dicussões e até programando durante o evento.

Outro fato que surpreendeu a todos foi a hora extra, que aconteceu na noite do primeiro dia do evento. Um bar perto de onde o evento acontecia foi praticamente tomado por geeks e profissionais de TI, que comentavam sobre os mais diversos assuntos e, claro, se divertiam. Isso mostra que cada vez mais as comunidades e os profissionais de TI estão unidos.

O QConSP contou com cobertura total pela InfoQ Brasil. Nós gravamos diversos vídeos e palestras, além de entrevistas com Fábio Akita, Guilherme Chapiewsky, Luca Bastos e Maurício Aniche. Todas as entrevistas serão disponibilizadas de forma períodica, portanto fiquem atentos.

Após o evento, vários participantes escreveram reviews em seus blogs além de tweets com feedback sobre o evento, a InfoQ Brasil juntou aqui diversos deles:

Opiniões sobre o QCon São Paulo

O evento causou muito barulho na comunidade brasileira e várias pessoas postaram em seus blogs sobre o evento. A InfoQ selecionou alguns trechos dos posts, mas não deixe de ler os posts na íntegra acessando o blog dos autores.

Ranieri Pieper (@ranieripieper):

Pontos fortes:

  • Palestras de altíssimo nível
  • Palestrantes bons
  • Coffee break animal
  • Local do evento
  • Nenhum problema no cadastramento. Em alguns eventos formam grandes filas, no QCon SP foi muito tranquilo.

Para terminar o post, vale a pena dar uma olhada no memcached e no redis. Ouvi falar bastante deles lá nesses 2 dias. E acessem o Tectura, que é um fórum de discussões sobre arquitetura.

Alexandre Gazola (@alexandregazola):

A conferência teve forte foco em problemas relacionados a escalabilidade, cloud computing e linguagens como Java, .NET, Ruby/Rails e Agile. Redis e memcached foram duas das ferramentas mais mencionadas para lidar com problemas de escalabilidade.

Eduardo Bregaida (@bregaida):

Bom tantas coisas para se falar do #QConSP primeiro devo agradecer ao pessoal da Caelum e o pessoal da InfoQ BR o evento realmente estava excelente, faltava há muito tempo um evento assim em São Paulo...O QConSP uniu o Brasil e com certeza refletiu internacionalmente.

...as palestras foram de extrema qualidade, a organização impecável, rever amigos e conhecer novos, aumentar o networking foi excelente, ano que vem estarei lá de novo.

Carlos Duarte do Nascimento (@chesterbr) cometou sobre as palestras e sobre os lightning talks que agitaram o final do evento no sábado:

A oportunidade de ver o Douglas Crockford (autoridade em JavaScript cujo livro merece seu próprio post) já valeria o esforço, mas não ficou só nisso: os keynotes e palestras no geral foram bons, o coffee break estava ótimo, enfim, tudo nos conformes.

A organização introduziu as palestras-relâmpago, que já estão se tornando tradicionais em eventos do gênero. Mas resolveram ir além, adotando um formato semelhante ao Ignite – as apresentações de 5 minutos têm que ter exatamente 15 slides, que avançam automaticamente a cada 20 segundos. Pode parecer um detalhe, mas isso torna a preparação das palestras um pouco mais complexa.

Os participantes foram o melhor: dos veteranos de eventos do gênero a vários outros que conheci por lá, rendeu conversas interessantes como poucos eventos corporativos. O consenso era que ter rolado num fim-de-semana meio que selecionou participantes que realmente gostam do que fazem. Recomendo participar das próximas edições (eu pretendo fazê-lo), onde quer que aconteçam.

Samuel Mota (@sgmota):

Este post é um registro, após alguns anos longe de eventos genéricos de desenvolvimento (my bad), das principais lições/mensagens que trouxe da minha participação na QCONSP. [...]

Vamos ao resumo/lições/mensagens:

  • Bons profissionais são disputados: [...]
  • Soluções Simples para Problemas Complexos: [...]
  • Arquitetura emergente: [...]
  • Programe: [...]
  • Testes, Testes, Testes: [...]
  • Cuide da sua vida online:[...]

Christiano Milfont (@cmilfont)

[...] Dividir-se em tracks sempre há prejuízo, não tem jeito, acabei ficando na track com o Yoshima por curiosidade sobre o que ele falaria na guerra de métodos e acabei perdendo a do Paulo e a do Doug Clarke. Não me arrependi, o Yoshima consegue cativar bastante e apresentou alguns pontos de vista muito interessantes. [...]

Rafael Carneiro (@rcarneiro), , um review até mesmo de quem não foi ao evento!

Não deu para eu ir para o QConSP 2010, infelizmente. Pude acompanhar os tweets dos participantes e a vibração destes pela quantidade de conteúdo que estava sendo cuspido durante o evento.[...]

Se você é daqueles que não investe na sua carreira participando de cursos ou acha caro o preço de um evento como o QCon SP 2010, desculpe-me amigo, você não investe em você e os empresários (alguns deles) verão isso. Evento é que não falta!

Loiane Groner (@loiane) :

Me diverti muito! Se tivesse uma semana de QCONSP iria me acabar de tanto me divertir com os amigos e palestras.

Se você não foi, pode ficar arrependido!

O preço do evento foi show. Quem deixou de ir porque achou caro, perdeu um evento e tanto! E olha que a edição de San Franciso (nos EUA) custou U$1795. Deixo mais uma vez o post do Milfont. Façam um planejamento e não deixem de ir no ano que vem!

Paulo Jeveaux (@jeveaux)

Este ano eu não participei de todos os eventos que eu queria ter participado, e depois do Agile Brazil - que teve um show de organização e programação - eu não estava esperando outro evento tão bacana pra esse ano, mas confesso que fiquei extremamente surpreso e feliz com o QConSP, valeu muito a pena ter ido. A Caelum - que merece sinceros parabéns - mandou super bem em tudo relacionado à organização e execução do QConSP e, definitivamente, colocou o Brasil numa posição de respeito no cenário de eventos internacionais de altíssima qualidade.

Alexandre Gazola (@alexandregazola)

Last weekend I took part in QCon Sao Paulo, the Brazilian edition of one of the main worldwide events of software developers and architects. The conference had a strong focus on issues related to scalability, cloud computing and replication in addition to Java, .NET, Ruby/Rails and Agile. Redis and memcached were two of the most mentioned tools used to deal with scalability issues.

Alberto Leal (@albertoleal)

Sem dúvidas o melhor evento o qual já participei! Superou completamente as minhas espectativas. O evento foi dividido em dois dias, sendo que os keynotes foram apresentados durante toda a manhã e o período da tarde foi dividido em três tracks. Haviam momentos em que era praticamente impossível escolher entre uma track e outra.

Os tweets sobre o evento

A hashtag #qconsp esteve entre os trending topics no Brasil durante grande parte do evento, contando com mais de 3000 tweets no total, o que prova que foi um grande sucesso. Além de pessoas muito conhecidas na comunidade terem twitado sobre o evento.

@celsoavmartins: a #Caelum colocou o Brasil definitivamente no cenario internacional do desenvolvimento de software #qconsp

@akitaOnRails:@paulo_caelum mas a #qconsp com certeza saiu *muito* melhor do que se poderia imaginar. só pode melhorar. #epic

@albertoleal: Parabéns a todos da #Caelum pela organização! Sempre mandando **BEM DEMAIS** #qconsp

Fotos do Evento

Diversos participantes levaram suas próprias câmeras fotográficas e tiraram muitas fotos do evento. Seguem abaixo alguns links para os álbuns da QCon São Paulo:

Próximas Edições

O evento foi um dos melhores do ano, porém temos sim pontos a melhorar como por exemplo a internet que, infelizmente, no primeiro dia ficou um tanto quanto instável e também, atendendo a diversas sugestões, iremos oferecer mais palestras voltadas ao público avançado.

A Caelum juntamente com a InfoQ Brasil pretende realizar outras edições do evento no ano que vêm, e esperamos que seja tão badalado quanto este. Agradecemos a todos que compareceram ao evento e esperamos vocês no próximo.

Gostaríamos de agradecer a todos os patrocinadores: Locaweb, PagSeguro, Uol Host, Oracle, IBM, Globo.com, D-Click e Abril.

E também agradecer aos apoiadores: GUJ, Cejug, GuruSP, Revista Mundo .NET, Revista Mundo J, Ruby Inside, JavaCE, So Java, Go Java, CCSL, MNT.

Nos envie suas críticas e/ou sugestões para o evento do ano que vem, e deixe também link para seu post sobre o #qconsp.

Contribua com a InfoQ Brasil

No inicio da QCon anunciamos que estamos procurando novos editores para nos ajudar na tarefa de fazer com que a InfoQ Brasil se torne cada vez melhor para toda a comunidade, fiquei muito feliz ao ver a repercussão que esse anúncio teve, e em breve teremos novos editores contribuindo com nós.

Caso você leitor tenha interesse em contribuir com a InfoQ Brasil, basta entrar em contato pelo email infoq@caelum.com.br. Oferecemos todo o apoio e toda a ajuda necessária para aqueles que ainda não tem prática para escrever, e que desejam tanto escrever notícias novas quanto nos ajudar com traduções.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

Foi TOP by Julio Faerman

Excelente nível de palestras, público e organização. Parabéns!

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

1 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT