BT

IBM junta-se no desenvolvimento do OpenJDK

por Alex Blewitt and Charles Humble , traduzido por Ademir Constantino em 13 Out 2010 |

Oracle (nota oficial) e IBM (nota oficial) anunciaram juntamente que a IBM irá colaborar com a comunidade OpenJDK no desenvolvimento da plataforma Java, começando pelo recente roadmap revisado para o JDK 7.

Durante a conferência da imprensa, Hasan Rivzi, vice presidente sênior na Oracle,  afirmou que a IBM e a Oracle estão buscando juntamente acelerar o ritmo de evolução da plataforma Java. Além disso, a IBM e a Oracle irão trabalhar juntas para continuar melhorando o JCP, que continuará definindo os padrões primários para trabalhar nas especificações Java.

A IBM tem sido um investidor de longo prazo quando o assunto é Java, se tornando licenciada em Dezembro de 1995, como a Oracle, que agora tem um grande negócio desenvolvido em cima da plataforma, em particular com produtos Java EE. Embora a Sun tenha anunciado publicamente que gostaria que a IBM se juntasse à comunidade OpenJDK isto jamais aconteceu e Rod Smith, vice presidente de tecnologias emergentes na IBM, disse que nenhuma conversa detalhada aconteceu entre a Sun e a IBM sobre o assunto.

Smith também fez referência para o fato de que muitos clientes empresariais Java foram anunciados sobre a aquisição da da Sun pela Oracle e as implicações que poderiam ter na plataforma. Ele afirmou que por enquanto as duas empresas irão continuar competindo em sua gama de produtos Java EE e SDKs.

É um bom sinal para os clientes corporativos que podem continuar a contar com a comunidade Java para fornecer tecnologias mais aberta, flexível e inovadora para ajudar em seus negócios.

A InfoQ perguntou se a IBM irá continuar o Apache Harmony e os outros projetos ASF que está envolvida. Smith afirmou que eles irão, mas também deixa claro que a IBM estaria trocando o esforço do desenvolvimento do Apache Harmony para o Open JDK. Como parte disso, Smith enfatizou que a IBM pode trazer algumas inovações do projeto Harmony para o Java SE.

Mike Milinkovich da fundação Eclipse acha que esta notícia traz tranquilidade para as recentes discussões como o Momento Unipolar e o futuro da plataforma Java, que diz que a bifurcação da tecnologia Java foi a forma de manter a plataforma viva. Ele acha que isto fundamentalmente muda as coisas em pelo menos três formas importantes:

A presunção do conflito: Muito tem se especulado que a IBM iria declarar guerra à hegemonia do Java da Oracle, que as batalhas travadas sobre assuntos como OSGi, Apache e Eclipse. Agora é aparente que isto não irá acontecer, entretanto agora que a IBM está trabalhando com a Oracle no Open JDK nós podemos esperar muito mais entrosamento nas especificações JCP especialmente nas especificações da plataforma.

Oracle está focada em revisar o negócio do Java: Em primeiro lugar a Oracle tem recursos para investir no desenvolvimento da plataforma Java, diferente da Sun que pela sua fraqueza não podia investir no progresso da tecnologia nos últimos três anos. Segundo, a Oracle está colocando a disciplina de engenharia de software para assegurar que os próximos releases da tecnologia Java possam acontecer em um cronograma mais previsível que a Sun. Terceiro, a Oracle é grande e confiante o suficiente em lançar inovações como a IBM. Enfim, será menos motivação da comunidade e mais foco no negócio.

Este é um ponto de inflexão no relacionamento entre a Oracle e a IBM: Se você pensar em alguns anos atrás, IBM e a BEA eram duas empresas que competiam no mercado Java, mas colaboraram em muitas especificações JCP e inúmeros projetos open source em lugares como Apache e Eclipse. Este é um passo importante na relação entre as duas companhias, pelo menos se falando de Java.

Mark Reinhold também vê um futuro brilhante para a plataforma Java. Depois do anuncio do Plano B, qual Mark postou recentemente e está satisfeito pela colaboração:

Eu espero que os engenheiros da IBM contribuam primariamente para as classes base, trabalhando com o resto de nós em direção a uma base de código comum para uso em cima de várias máquinas virtuais Java. Cada um tem um investimento significante em suas JVM's que eram mais diferentes em nível Enterprise e em relação aos produtos Enterprise. Faz sentindo focar os esforços em uma fonte única para classes base, pois vai acelerar a inovação do JDK, melhorar qualidade e performance e melhorar a compatibilidade entre todas as implementações.

Ele também enfatiza que uma integração maior na JCP será possível para propostas do Java 7 e 8.

A abordagem modular utilizada pela aplicação Java para o projeto Apache Harmony pode ser um aspecto a ser trazido para o OpenJDK. Apenas uma semana depois do evento da comunidade OSGi em que uma demonstração de execução da redução baseada no OSGi modular foi dada, houve discussões de ambientes OSGi mínimos. Tim Ellison do projeto Apache Harmony concorda que o desenvolvimento mútuo da IBM e a Oracle trará benefícios:

Então o que é melhor para o Java? Eu acredito que a compatibilidade é vital, e apesar do risco a coisa certa é trazer para a plataforma grupos de desenvolvimento unidos buscando uma base de código em comum. Lições aprendidas no projeto Harmony serão válidas para o Open JDK.

Quais são seus pensamentos na junção dos recursos da IBM e Oracle para o Open JDK?

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT