BT

Entrevista com Ken Schwaber, parte 1

por Dan Mezick , traduzido por Fernando Kamei em 05 Out 2010 |

Ken Schwaber é o co-criador do Scrum junto com Jeff Sutherland. Ele é um dos que assinaram o Manifesto Ágil, fundador da Agile Alliance, e responsável por fundar a Scrum Alliance e criar o programa de Certificação Scrum Master (CSM).

Recentemente, Ken é o fundou a Scrum.org, organização credenciada para oferecer aulas, certificações e avaliações sobre o Scrum. A InfoQ conversou com Ken e realizou uma entrevista em três partes. A Parte 1 pode ser vista abaixo:

Ken, você é o co-criador do Scrum e conhecido por ser muito direto. Como você chegou a criar Scrum.org, e qual é a missão desta organização?

Embora satisfeito com a propagação do Scrum e o desaparecimento do modelo Waterfall, eu senti que passos adicionais foram importantes. O primeiro foi em como melhorar a capacidade das equipes de desenvolvedores sobre o uso do Scrum, para que pudessem entregar uma funcionalidade concluída a cada Sprint. O segundo foi criar o instituto de avaliação de certificação, assim nós conseguimos realmente sabemos quem sabe e que não sabe usar o Scrum.

Esses dois passos estavam fora dos objetivos da Scrum Alliance, mas dentro dos meus objetivos pessoais para prover melhorias aos profissionais de desenvolvimento de software. Então iniciei o Scrum.org como uma missão pessoal, e deixei a Scrum Alliance completar sua missão de propagar o Scrum enquanto eu tomava o próximo passo.

Eu tenho escrito muito sobre a criação do Scrum.org em meu blog, e postei um artigo sobre a minha história pessoal mais recente relacionada ao Scrum em http://www.scrum.org/originsofscrumorg/.

Ken, o Guia do Scrum não diz quem define o objetivo do Sprint. Também não diz quem seleciona a pessoa para ser o Scrum Master, nem diz como definir o tamanho de um Sprint (é limitado a 04 semanas ou menos, mas o Guia também não diz quem deve decidir o tamanho atual do Sprint), e também é um pouco vago em explicar como o Product Owner (representante do produto) é selecionado. Pergunto: O Scrum é bastante prescritivo? Se sim, por quê isso? E se não, por quê não?

O que acontece é que estamos entre um framework e uma metodologia. Uma metodologia tenta prover respostas para todas as situações, sendo prescritiva e completa. E se fosse fazê-la, seria tão longa e difícil de ser analisada, que chegaria a ser inútil. Fato possível, mas incerto, podendo se tornar evidente ou descrito. Eu sempre errei ao lado da brevidade - deixe as pessoas inteligentes encontrarem a melhor abordagem, que funcione para a situação delas. Assim sendo elas estão livres para mudar a abordagem quando esta não for mais apropriada.

Mas eu resisto em fazer o Scrum um framework prescritivo, pois eu odeio metodologias.

O Guia do Scrum é de sua autoria e de Jeff Sutherland, e existem muitas revisões existentes agora. O primeiro Guia do Scrum possui algumas mudanças com relação ao seu livro de Scrum (Software Development Using Scrum). O guia diz que "o PO (Product Owner) deve ser sempre uma única pessoa, nunca um comitê". Podemos esperar daqui pra frente por uma versão atualizada do guia, que mostre o histórico de uma revisão explícita de uma versão para outra?

Boa idéia. A versão mais atual é sempre postada em www.scrum.org.

O Scrum está se tornando tremendamente popular, hoje em dia existe uma vasta experiência do Scrum no mundo. Onde mais de 70.000 pessoas possuem a Certificação de Scrum Master (CSM). Você e Jeff Sutherland são os autores do Guia do Scrum. O quê faz exatamente o Guia do Scrum ser autoritário?

Alguns podem perguntar o por quê da Scrum.org ter o direito de definir o Scrum e de avaliar o quão ele é compreendido. Deixe-me abordar essa questão. Os indivíduos envolvidos nesses trabalhos tem desenvolvido e promovido o Scrum desde o seu início. Nós não temos somente experiência e o conhecimento necessário para criar o guia, mas também contatos necessários para somar mais experiências e conhecimentos se necessário. A Scrum.org estabeleceu um Conselho do Scrum para prover entradas formais de conhecimento, e os nossos grupos de discussão são úteis como fontes informais.

Talvez o mais importante, são as pessoas que estão dispostas a arregaçar as mangas e ter este trabalho finalizado. Não tenho questionamentos de que isso é um trabalho necessário e importante, não somente para o Scrum, mas para a indústria de desenvolvimento de software como todo. Estou trabalhando para trazer para o mercado qualidade em treinamentos e avaliações do Scrum pois não vejo ninguém fazendo isso com tanto sucesso.

 
Nota do artigo:

Essa é a parte 01 da entrevista com Ken Schwaber. Veja as próximas partes da entrevista onde Ken discute sobre as avaliações do Scrum, Certificação Scrum, Kanban, Lean, Certificação de Desenvolvedor Scrum, e muito mais.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT