BT

Apache Tomcat 7 chega a sua primeira versão estável

por Charles Humble , traduzido por Rafael Marques em 26 Jan 2011 |

A versão do Tomcat 7.0.6, lançada no dia 11 de janeiro deste ano foi considerada uma versão estável. Esta é o primeiro lançamento que se torna estável da familia 7.x do Tomcat, substituindo a versão 6, que foi introduzida em fevereiro de 2007.

A Apache decidiu não oferecer suporte completo ao Java EE 6 no Tomcat, pelo menos não até o momento. A versão 7 simplesmente adicionou suporte ao Servlet 3.0, assim como para JavaServer Pages 2.2 e EL 2.2. Para utilizá-lo, é necessário o Java SE6 ou superior.

Contudo, o Servlet 3.0 foi uma atualização significante, adicionando um grande número de refinamentos à especificação. As principais são:

  1. A introdução de um suporte padronizado para requisições e respostas assíncronas. Embora o suporte assíncrono já estivesse disponível no Tomcat 6 através de uma API não padronizada, a padronização significa que a versão 3.0 do Servlets é compatível entre diversos containers.
  2. Configuração Dinâmica: Suporte para o Web Fragments, que pode ser utilizado por bibliotecas para oferecer a sua configuração, eliminando a necessidade dos desenvolvedores adicionarem configurações específicas de bibliotecas no web.xml de suas aplicações.
  3. A utilização de anotações para configurar filters, listeners e servlets, reduzindo a quantidade de xml que o desenvolvedor precisaria escrever.

O Servlet 3.0 também foi reformulado para utilizar generics, possui melhorias no monitoramento de sessão, e também inclui uma nova função de upload de arquivos.

Nem todas as melhorias do Tomcat 7 fazem parte da API do Servlet 3.0. O Tomcat também visou melhorar a segurança. Agora há regras separadas para script-based, web-based, proxy JMX, e acesso ao status da página, permitindo um controle mais específico de acesso. Para prevenir ataques de falsificação de requisições entre sites (CSRF), um número gerado será requerido para todas as requisições que não produzirão o mesmo resultado se executado diversas vezes. Medidas preventivas também foram tomadas para prevenir ataques de consistência de sessão.

A equipe de desenvolvimento também continuou o trabalho com os problemas comuns de vazamento de memória no container, melhorou o sistema de logs e melhorou o tempo para subir o container.

Finalmente o Tomcat 7 provê uma API leve permitindo o desenvolvedor adicionar o container com apenas algumas linhas de código.

Desenvolvedores que queiram utilizar o Java EE 6 completo, podem incluir as APIs nos seus projetos manualmente. Contudo, o Simple Web Profile Application Server, projeto liderado pela comunidade surgiu para preencher esta lacuna. Em adição, o Apache Geronimo, onde o Tomcat é o Servlet Container, oferecerá suporte para o web profile, assim como o Java EE6 profile.

 

 

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT