BT

O que constitui uma transição ágil de alta qualidade?

por Dan Puckett , traduzido por Carlos Galdino em 30 Mar 2011 |

Em uma série de publicações recentes em blogs, membros da Comunidade Ágil têm oferecido suas perspectivas sobre o que constitui uma transição de alta qualidade para o uso de métodos ágeis dentro de uma organização. Esther Derby defende a aplicação de métodos ágeis para o próprio processo de transição para Agile. De acordo com Derby, essa transição é melhor gerenciada pela aplicação de estratégias ágeis típicas, como a aprendizagem e a adaptação. O processo se dá através da adoção de valores ágeis e a compreensão aprofundada de como o trabalho da organização é realmente feito. Escreveu Derby:

O planejamento determinístico falha ao ser aplicada na construção de sistemas complexos de software; também falha em meio a mudanças organizacionais. Organizações são muito complexas: é necessário planejar a adaptação e a aprendizagem, tudo isso levando em conta que a organização mudará conforme o plano é executado.

Quais são os sinais que uma transformação Agile está sendo bem sucedida? De acordo com Haim Deutsch, uma organização Ágil de sucesso pode ser caracterizada por uma série de indicadores emocionais, incluindo:

  • Membros da equipe se sentem focados em suas tarefas e se tornam gradualmente mais conscientes de como gastam o seu tempo; sentem-se também orgulhosos de sua equipe;
  • Os responsáveis pelos testes se sentem aceitos e integrados à equipe; Membros da equipe e Product Owners estão mais próximos uns dos outros; ScrumMasters orgulham-se das realizações de sua equipe;
  • Membros da equipe, Product Owners, e ScrumMasters estão mais conscientes de suas capacidades, responsabilidades, forças e fraquezas.

Se uma transição para Agile não estiver sendo bem-sucedida, como pode ser corrigida? Henrik Kniberg cita alguns passos simples como um possível caminho de recuperação para problemas encontrados durante a implementação de Scrum:

  1. Verifique se o Scrum está sendo feito corretamente e faça os ajustes necessários para corrigir o problema.
  2. Verifique se o problema está oculto, sendo apenas sendo exposto pelo Scrum, em vez de ter relação com o próprio processo. Neste caso, tente resolver as causas do problema no lugar de mudar o Scrum.
  3. Dê tempo para a equipe executar alguns sprints e aprender com eles. A equipe poderá resolver os problemas por conta própria.
  4. Se os itens anteriores não ajudarem, adapte o processo para minimizar ou resolver o problema.
  5. Se o problema ainda persistir após a adaptação, então é possível que o uso de Scrum não seja adequado no contexto atual. Outro processo poderá ser melhor aplicado nessa situação.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT