BT

Roadmap do ASP.NET MVC 4: recipes MVC e foco em mobile

por Jonathan Allen , traduzido por José Filipe Neis em 04 Ago 2011 |

Mantendo seu ritmo anual, a Microsoft começou a trabalhar na próxima versão do ASP.NET MVC. Além de melhorias nos processos de desenvolvimento e de deployment, estão nos planos da próxima versão otimizações no compartilhamento de funcionalidades com Web Forms e melhorias no suporte a Ajax e na utilização de HTML5 por celulares e tablets. (Observe que as funcionalidades mencionadas neste artigo ainda estão em fase de planejamento e não necessariamente serão disponibilizadas na versão final do ASP.NET MVC 4.)

Recipes (Receitas)

A falta de controles visuais mais complexos tem sido um problema para o framework no que diz respeito à velocidade no desenvolvimento. As recipes (traduzidas como receitas daqui em diante), são uma das novidades da versão. Têm como objetivo aumentar a produtividade do desenvolvedor sem tirar dele ou dela o controle do código gerado pela página.

Para ilustrar a utilidade de uma receita, considere como exemplo um grid complexo com ordenação no lado do cliente. Com Web Forms, um componente já existente seria a escolha natural. Por mais que algumas customizações sejam possíveis, na maior parte das vezes existe uma limitação das funcionalidades do controle. Utilizando uma receita MVC, o desenvolvedor poderá escolher quais funcionalidades serão implementadas pelo controle. A partir desta seleção, a receita gera o código HTML e JavaScript necessários, utilizando bibliotecas como o jQuery quando pertinente.

Outro exemplo de uso para uma receita MVC é a implementação de autenticação baseada em OAuth. Essa tarefa exige normalmente que diversos pontos da aplicação sejam modificados. Com uma receita, a adição de todo o código necessário seria feita automaticamente, reduzindo a chance de erros do desenvolvedor.

A criação de receitas pelo próprio desenvolvedor também será possível. Em resumo, trata-se de uma janela em que é possível acessar uma instância da interface EnvDTE.DTE, que é amplamente utilizada no desenvolvimento de extensões para o Visual Studio. O funcionamento, deste ponto em diante, é exatamente igual a qualquer outro plugin da IDE. O framework também tomaria conta de hospedar as receitas nos menus de contexto apropriados.

Desenvolvimento Mobile

A primeira mudança no que diz respeito ao desenvolvimento para dispositivos móveis é a otimização dos CSS predefinidos, para que possam ser melhor visualizados em telas menores. Isso não representa um problema para empresas maiores, em que designers constroem os CSS do zero, mas empresas menores normalmente adotam os CSS padrão como ponto de partida.

Outra opção para customização das aplicações é a opção de diferenciação da view de acordo com o dispositivo. Ao invés de utilizar CSS e JavaScript para esconder o conteúdo que não cabe na tela, será possível simplesmente não enviá-lo para o cliente. Isto reduz a quantidade de banda necessária para carregar a página e, naturalmente, tende a resultar numa renderização mais rápida da aplicação.

Melhorias de Desempenho

O ASP.NET MVC 4 oferecerá o uso de técnicas assíncronas como opção para o aumento do número de usuários simultâneos suportado por um único servidor web.  Apesar de comprovadamente eficazes no aumento do desempenho, técnicas assíncronas também são conhecidas por dificultarem a legibilidade do código devido à utilização excessiva de callbacks. Para contornar este aspecto, o ASP.NET MVC, assim como a próxima versão do Web Forms, fará uso das palavras-chave async e await, que serão disponibilizadas no C# 5 e no VB 11.

No exemplo abaixo,duas chamadas assíncronas são realizadas dentro do construtor do ViewModel:

Outra melhoria importante é a unificação e a "minificação" nativas de CSS e de JavaScript. Estas é uma importante funcionalidade para sites com grande tráfego, já que o grande número de requisições para buscar os vários arquivos de CSS e JavaScript pode causar impacto negativo no desempenho performance da aplicação. A combinação dos arquivos num único download, junto com a remoção de comentários e espaços em branco, deve reduzir o tempo de renderização.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT