BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

O plugin do Google para Eclipse agora é open source

por Eder Magalhães em 17 Nov 2011 |

O Google anunciou a liberação do código do Google Plugin for Eclipse (GPE) sob a licença EPL 1.0. O GPE fornece um conjunto de ferramentas para o desenvolvimento de software no Eclipse IDE, com funcionalidades para facilitar o trabalho com tecnologias do Google. Inclui os seguintes componentes:

  • Google Web Toolkit (GWT), módulo para desenvolvimento de aplicativos web utilizando o toolkit para criação de aplicativos RIA do Google. Faz parte desse módulo o GWT Designer, uma ferramenta RAD para criação de interfaces gráficas baseadas em GWT;
  • App Engine: outro modulo importante do GPE, provê funcionalidades para criar um aplicativo para execução na nuvem, utilizando a plataforma de cloud (PaaS) do Google. É possível utilizar em conjunto os módulos do App Engine e GWT, para a criação de projetos RIA na nuvem;
  • Speed Tracer: ferramenta para a descoberta de problemas de desempenho em aplicações web. O Speed Tracer analisa métricas retiradas a partir do processamento a partir do navegador web, permitindo ao desenvolvedor uma análise mais apurada da execução e a identificação de gargalos.

A licença utilizada, a Eclipse Public License, versão 1.0, é uma variação da Common Public License (CPL), sendo um pouco mais flexível que esta última para os membros envolvidos no projeto. Um FAQ da EPL detalha esta forma de licenciamento.

O objetivo do Google em abrir o código do projeto é aproximar as comunidades que utilizam as ferramentas suportadas pelo GPE e acelerar a evolução da ferramenta a partir da experiência de seus usuários.

Um grande ecossistema evoluiu em volta do GWT, App Engine e os serviços de nuvem do Google, e como nossa principal missão é ajudar os usuários (em vez de criar ferramentas de desenvolvimento proprietárias), faz todo o sentido abrir o código do GPE e tornar mais fácil para a comunidade melhorar e estender as ferramentas.

De fato, a estratégia de colocar o GPE sob a mesma licença do Eclipse acaba permitindo que outras empresas participem da evolução da tecnologia. Sobre isso, disse Max Andersen (desenvolvedor core dos projetos Hibernate / Seam / JBoss Tools) da Red Hat:

Temos muitos desenvolvedores utilizando o plugin do Google para o Eclipse para desenvolver soluções baseadas em GWT integradas ao JBoss Application Server. Com a mudança para open source, queremos trabalhar ainda mais estreitamente com a equipe do Google e o resto da comunidade.

O Google espera em poucos meses aumentar o número de usuários e commiters do projeto. Já está disponível um issue tracker para que os usuários possam submeter bugs relacionados ao GPE, e foi criado um fórum para centralizar discussões ao redor do projeto.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT