BT

Avaliação de desempenho em Agile: meça a equipe, não o indivíduo

por Paulo Rebelo em 31 Jan 2012 |

Faz sentido avaliar o desempenho individual de cada profissional em uma equipe de desenvolvimento ágil? Definititvamente não, segundo Nanda Vivek. Em artigo recente publicado no site da Scrum Alliance, Vivek desencoraja a avaliação individual em equipes Scrum, pois além de serem comprovadamente imprecisas para trabalhos intelectuais, também ferem o "espírito" do Scrum. E acrescenta:

Criar métricas para os indivíduos, além de ser impreciso, provavelmente causaria concorrência e divisão dentro da equipe. As pessoas devem trabalhar como uma unidade, serem avaliadas como uma unidade e terem sucesso ou falhar como uma unidade.

Vivek comenta também sobre como as ferramentas incentivam a avaliação individual:

É lamentável que ferramentas para Scrum tenham um campo "atribuído para". Os integrantes da equipe devem se voluntariar para realizarem as histórias e tarefas; não devem ter trabalho atribuído a eles.

E finaliza dizendo:

Minha conclusão é que avaliar o desempenho individual das pessoas constitui um crime no mundo do Scrum.

Vivek defende, assim, que avaliações individuais ferem os princípios e a filosofia ágil, além de serem comprovadamente imprecisas. Destaca também que algumas ferramentas estimulam um comportamento individualista, concluindo que é a equipe que deve ser avaliada, e não os seus componentes. Nas palavras de Vivek, "não arrase o Scrum ao medir as tarefas de cada pessoa".

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2013 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT