BT

ACM premia o Eclipse com Software System Award

por Charles Humble , traduzido por Paulo Vitor Rendeiro em 04 Jun 2012 |

A Associação para Maquinaria da Computação (ACM) anunciou no dia 26 de Abril que o Eclipse, devido as suas contribuições para conceitos de projeto de software e aceitação de mercado, é o mais novo vencedor do Prêmio de Sistema de Software(Software System Award), que é destinado a instituições ou indivíduos reconhecidos por desenvolver sistemas de software com influência duradoura. Segundo o comunicado à imprensa:

Concebido para preencher as lacunas deixadas pelas ferramentas de software proprietário, o Eclipse permitiu que desenvolvedores integrassem, de forma harmoniosa, suas próprias extensões, especializações e personalizações. O Eclipse revolucionou o conceito de Ambiente de Desenvolvimento Integrado (IDE) por identificar a essência conceitual subjacente a qualquer IDE.

O apoio financeiro para o Prêmio de Sistemas de Software é fornecido pela IBM, mas a ACM é uma organização completamente independente. O prêmio, que é muito prestigiado, conta com uma lista ilustre de antigos vencedores, incluindo Eiffel (2006), Java (2002), Apache (1999), NCSA Mosaic (1995), a World Wide Web (também em 1995), assim como PostScript (1989), Smalltalk (1987), e UNIX (1983).

A equipe do Eclipse da IBM incluía John Wiegand, Dave Thomson, Gregory Adams, Philippe Mulet, Julian Jones, John Duimovich, Kevin Haaland, Stephen Northover (atualmente na Oracle), e Erich Gamma (atualmente na Microsoft). Escrevendo em seu blog, o diretor executivo da Fundação Eclipse, Mike Milinkovich, disse:

É muito importante o reconhecimento das contribuições feitas pelo Eclipse para a Computação. Entre os anos de 1999 e 2001, época em que o Eclipse foi criado e disponibilizado, a idéia de que era possível construir uma plataforma de ferramentas cuja arquitetura fosse completa e uniformemente modular era revolucionária. Em muitos aspectos esta ideia é inovadora, mesmo nos dias de hoje,. O modelo de plugins do Eclipse (posteriormente adaptado para inclusão no padrão OSGi) possibilitou a construção da maior e mais aberta plataforma de ferramentas do mundo. O Standard Widget Toolkit (SWT) provou ao mundo, no ano de 2001, que era possível construir interfaces de qualidade utilizando Java e competir de igual para igual na plataforma Windows com o Visual Studio.

De acordo com Milinkovich, o Eclipse também teve grande impacto no movimento open source, pois "demonstrou que até mesmo empresas grandes e conservadoras passaram a compreender o valor de negócio na formação de plataformas e comunidades open source".

Atualmente, a IBM utiliza o Eclipse em mais de 500 produtos, incluindo muitas das ferramentas da Rational como o Rational Application Developer para WebSphere e o Rational Asset Manager, bem como ferramentas no modelo cliente-servidor, como o Lotus Notes 8 e o Lotus Symphony. Existe ainda uma série de empresas desenvolvedoras de software que construíram seus produtos baseados na plataforma Eclipse, entre eles a Adobe com o Flash Builder e o ColdFusion Builder, a Red Hat com o JBoss Developer Studio, a SAP com o NetWeaver Developer Studio, a VMware com o SpringSource Tool Suite, a Wolfram Research com o Wolfram Workbench (uma IDE baseada em Eclipse para o pacote Mathematica), e a Zend Technologies com o Zend Studio (uma IDE para desenvolvimento em PHP).

Mais informações sobre a história do Eclipse podem ser encontradas aqui no InfoQ Brasil.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT