BT

PageSpeed Insights 2.0 do Google: otimização avançada de páginas web

por Abel Avram , traduzido por Alex Chiaranda em 20 Jun 2012 |

O Google anunciou a segunda versão da sua ferramenta open source de análise de páginas, rebatizada de PageSpeed Insights. Além de existirem extensões para o Chrome e para o Firefox, as páginas podem ser analisadas também pela ferramenta PageSpeedInsights Online. As páginas e seus recursos podem ser automaticamente otimizados utilizando o PageSpeed Service (em beta) ou utilizando o Optimization SDK, um conjunto de bibliotecas C++ que oferece a mesma otimização que o serviço online. Outra solução é usar o módulo para Servidor Web Apache mod_pagespeed.

Quando utilizado via serviço online, uma cópia das páginas otimizadas e seus recursos ficam armazenados nos servidores do Google e são disponibilizados a partir de lá. O serviço não deve ser utilizado para páginas privadas, como páginas de intranets corporativas, ou páginas que necessitam de autenticação para acesso. A solução nesses casos é utilizar os plugins para os navegadores. O serviço e as extensões vêm com mecanismo de renderização e user agents diferentes, resultando em uma pequena diferença na pontuação calculada para a página.

O PageSpeed ainda disponibiliza uma API com a mesma capacidade de análise de performance encontrada nas extensões. A API pode ser utilizada via curl, JavaScript, .Net, Go, Java e várias outras linguagens.

A interface do PageSpeed Insights 2.0 foi redesenhada para se adequar à versão online, e exibe uma pontuação geral quando uma análise é feita. A pontuação indica a velocidade que uma página pode ser renderizada. Quanto menor a pontuação, maior o número de melhorias que podem ser aplicadas à página para otimizá-la.

O PageSpeed pode ser utilizado para analisar páginas em dispositivos móveis, utilizando o mesmo mecanismo de renderização disponibilizado nos dispositivos. As recomendações de otimizações são baseadas em características como limitações de rede e de processamento, se comparados aos desktops. Agora as análises podem ser feitas remotamente utilizando a ferramenta de depuração remota.

Por fim, as regras de análise foram estendidas: de 20 em 2009 (quando o PageSpeed teve seu código aberto) para 31.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2013 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT