BT

O que virá no HTML.Next?

por Abel Avram , traduzido por Rafael Sakurai em 01 Jun 2012 |

O W3C continua evoluindo a especificação atual do HTML5, mas já começou o trabalho no HTML.Next, incluindo novos elementos e atributos.

Michael Smith, editor do W3C, juntou alguns de elementos e atributos que foram planejadas para as versões futuras do HTML, que farão parte do HTML 5.1, 5.2 ou o HTML6. As duas funcionalidades mais importantes são Web Intents e Web Components.

Os Intents ("intenções") são similares aos intents do Android, expondo as aplicações web para que possam ser registradas como tratadores de intents. "Por exemplo, pode-se registrar uma aplicação web como um editor de fotos, que o usuário pode chamar se quiser editar uma foto", diz Smith.

Michael Smith acrescenta que os Web Components fornecem uma "maneira para encapsular novos tratamentos para os elementos do DOM; são similares ao XBL 2.0". XBL é a linguagem de vinculação (Binding) do XML, que associa elementos de um documento, como scripts, tratadores de eventos, CSS, a outros modelos de conteúdo em um outro documento.

Atributos

Abaixo são apresentados os novo atributos planejados.

  • capture - propriedade para entrada de elementos e fornece acesso à câmera, microfone, gravadora e o sistema de arquivos. De acordo com Smith, o atributo já está implementado, mas ficou para uma próxima especificação, talvez na versão 5.1 ou 5.2.
  • inputmode - ajuda na apresentação de tipos de teclados específicos, uma versão otimizada para digitar letras, números etc.
  • download - o autor do documento indica o elemento que prefere usar para fazer download do recurso. O valor do atributo é especificado com o nome padrão do recurso.
  • ping - usado para auditoria de hyperlinks.

Elementos

A seguir, apresentamos os novos elementos.

  • content - "Representa um ponto de inserção na sub árvore do shadow DOM. O ponto de inserção é substituído pelos elementos filhos no momento da renderização. O próprio elemento <content> em si nunca é renderizado."
  • datagrid - uma representação de árvore interativa e ordenável, em formato de lista ou dados tabulares com linhas e células.
  • decorator - template especifico usado em conjunto com código CSS para determinar a aparência e o funcionamento básico de vários componentes da página.
  • element - usado para definir um elemento personalizado.
  • intent - usado para declarar uma intenção;
  • menuitem - comando associado com um item de menu da aplicação web.
  • reco - para reconhecimento de fala.
  • shadow - "Especifica um ponto de inserção, onde serão renderizadas as sub-árvores da lista de shadow DOM de um elemento. O próprio elemento <shadow> nunca é renderizado".
  • template - usado para definir blocos de marcação de texto inativo que podem ser acionados posteriormente.
  • tts - texto-para-fala

Com relação ao elemento template, Smith disse que há uma discussão dentro do Grupo de Trabalho (Working Group) do HTML no sentido de decidir se este elemento será necessário. O mesmo acontece com os elementos reco e tts; alguns integrantes consideram que seria mais apropriado usar as respectivas funcionalidades através de scripts. Há também uma discussão em andamento sobre código de marcação versus scripts, no sentido de decidir o que deve ser tratado como código de marcação e o que deve ser deixado para os scripts.

Para os interessados em usar HTML5, há muitos sites e outras fontes mostrando quais funcionalidades do HTML5 são suportadas pelos navegadores, entre elas "A Plataforma Web: tecnologia dos navegadores", e "HTML5 por favor". É recomendado o uso destas referências, pois algumas funcionalidades incluídas inicialmente na especificação do HTML5 serão removidas devido à falta de implementação. Um exemplo é o elemento command. Smith diz que este será removido da especificação do HTML5, porque nenhuma das empresas de navegadores mostrou interesse em implementá-lo.

Com relação ao futuro do padrão do HTML5, Smith destaca que segundo o plano atual a especificação se tornará uma "recomendação" até o final de 2014. Neste momento, a especificação estará estável o suficiente para que a indústria possa adotá-la com segurança.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT