BT

Eclipse Orion: Um editor baseado em browser para desenvolver aplicações Web

por Abel Avram , traduzido por Marcelo Costa em 01 Nov 2012 |

A fundação Eclipse liberou a versão 1.o do Orion, um editor de textos baseado em navegador web, para desenvolvimento de aplicações web escritas em JavaScript, HTML e CSS.

O Eclipse Orion parte do conceito de que o browser é o novo IDE de desenvolvimento. O Orion não se posiciona como um novo Eclipse, ou seja, um IDE completo com tudo dentro dele - mas sim como um conjunto de componentes de apoio à criação e edição de aplicações web. No entanto, o Orion possui um mecanismo de extensões similar ao Eclipse e funcionalidades de controle de versão, ferramentas para testes, ferramentas gráficas etc. Essas extensões podem ser criadas e conectadas com o Orion por meio de seu mecanismo de plugins, que são carregados e utilizados em uma janela separada no browser.

A infraestrutura de plugins é fundamental para o Orion. Um desenvolvedor pode adicionar funcionalidades ao editor, que podem ser hospedadas localmente ou em websites separados. O conteúdo externo é carregado em uma página de template em um iframe, por meio de páginas de serviços. Já existem projetos separados como Firefox Scratchpad, Scripted, Cloudfier, construídos para fazer uso das funcionalidades de plugins do Orion.

Atualmente, o Orion fornece vários componentes básicos, como um navegador de projetos, um navegador de websites, um navegador de repositórios, um shell com alguns comandos (cd, edit, ls, pwd), e um editor de textos para desenvolvimento em JavaScript, HTML e CSS. Este último contém um assistente de código, anotações de linhas e outliners (permitindo que o código seja organizado em seções). Além disso, o Orion conta com plugins para integração com o Git, gerenciamento de perfis do usuário, autenticação, validação de JavaScript com JSLint e gerenciamento de tarefas, entre outros. No GitHub há plugins disponíveis para espelhamento de código, formatação de JavaScript, edição de imagens via Pixlr, externalização de strings (para internacionalização) e mais.

O editor pode ser testado no OrionHub, que fornece suporte para hospedagem de código, edição e hospedagem de sites. Também pode ser baixado e usado localmente ou em um site privado.

Os 22 commiters do Orion, em sua maioria da IBM, pretendem lançar uma nova versão a cada quatro meses. De acordo com Ken Walker, líder do projeto, a versão 2.0 está planejada para fevereiro de 2013. A equipe irá se concentrar em melhorias na interface (UI) e experiência do usuário, (UX) permitindo melhor integração com extensões. As extensões poderão ter a sua própria interface e haverá melhorias em ferramentas JavaScript, HTML e CSS, além de apoio para a implantação de projetos fora do OrionHub, suporte a Node.js, uso offline e outras melhorias.

O InfoQ Brasil vem acompanhando o Orion desde o começo: veja aqui e aqui. O assunto de IDEs na nuvem também foi tema de artigo.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2013 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT