BT

Appium agora suporta teste de aplicações Android nativas, híbridas e web

por Abel Avram , traduzido por Rafael Sakurai em 04 Jun 2013 |

A Sauce Labs ampliou o Appium para suportar testes automatizados para aplicações Android e Firefox OS. O suporte a iOS foi adicionado no começo deste ano. As principais funcionalidades do Appium são:

  • Os desenvolvedores podem testar aplicações nativas, híbridas e web mobile;
  • Pode ser simulado em dispositivos reais, emuladores ou simuladores;
  • Aplicações iOS e Android podem ser testadas com um script simples;
  • As aplicações web mobile normalmente precisam de um script separado de teste, diferente do utilizado para aplicações nativas, pois há grandes diferenças entre os elementos gráficos contidos em uma página web e na estrutura de tais páginas;
  • Para executar os testes, o Appium interage com a biblioteca UIAutomation da Apple e o framework UIAutomator nos Android com versão superior a 16. Para as versões anteriores do Android, o Appium usa o Selendroid;
  • O Appium usa a API WebDriver do Selenium para enviar os comandos de teste.

Não é necessário recompilar a aplicação para testar com o Appium. Os testes podem ser escritos em diversas linguagens suportadas pelo WebDriver do Selenium, incluindo Java, Objective-C, JavaScript, PHP, Python, Ruby, C#, Clojure, Perl, Haskell, e em alguns frameworks de testes como:JUnit, RSpec, PHPUnit, Nose, Mocha, Cucumber, Capybara, Vows, entre outros.

O Mozilla recentemente adicionou testes automatizados ao Firefox OS através de uma implementação da API do WebDriver, deixando mais fácil para a Sauce Labs ampliar o suporte do Appium para este sistema operacional web mobile. Jonathan Lipps, desenvolvedor de software sênior da Sauce Labs, demonstrou uma execução de teste automatizada do Firefox OS durante o GTAC 2013 (veja a demonstração do Firefox OS aos 33 min e 50 seg).

A Sauce Labs abriu o código-fonte do Appium e suporta seu desenvolvimento oferecendo o teste automatizado de mobile em simuladores ou emuladores em ambientes na nuvem que podem ser escaláveis se necessário.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT