BT
x A sua opinião é importante! Por favor preencha a pesquisa do InfoQ sobre os seus hábitos de leitura!

Desenvolvedor Java é o mais procurado e bem pago pelo mercado

por Ivo La Puma em 01 Abr 2014 |

Os desenvolvedores Java foram os mais procurados pelos recrutadores em 2013 e, não por acaso, são os mais bem pagos no mercado. É a conclusão de um editorial do site JAXenter, publicado em janeiro, a partir de alguns levantamentos nos EUA realizados sobre o tema.

O editorial tomou como base os números compilados por Lauren Orsini, do site de notícias de tecnologia ReadWrite. Na compilação, feita a partir de um conjunto de 14.000 consultas por profissionais no site Careers 2.0 realizadas no ano passado, foi apurado que 22,26% eram com a palavra-chave Java - quase o dobro do segundo colocado, PHP. O Android, outra tecnologia baseada em Java, ficou em quarto com 9,94% acima de JavaScript e Python respectivamente com 9,23% e 8,30%.

Os 10 mais procurados conhecimentos em programação de 2013

Figura: Os 10 mais procurados conhecimentos em programação de 2013.

Fonte: readwrite.com

Entretanto, tal fato não era nenhuma novidade. Ainda em janeiro de 2013, o mesmo JAXenter publicou o resultado de um questionário apontando a tecnologia Java/J2EE como o conhecimento mais desejado pelos gerente e recrutadores. Contudo, o que surpreende é o fato do Java não ser a linguagem mais popular entre os desenvolvedores, apesar de ser uma das três tecnologias que mais bem pagam os profissionais.

Um levantamento feito por Ben Podgursky, engenheiro de software da LiveRamp, calculou a renda média por desenvolvedor de cada linguagem dos 100.000 projetos mais populares no GitHub e concluiu que o Java é terceira linguagem mais rentável acima de linguagens como C, Perl e Ruby. Tal resultado contrasta com o atual índice TIOBE, que mede a popularidade das linguagens de programação, e traz o Java em segundo lugar, atrás da campeã de popularidade C.

Receita média por programador de cada linguagem.

Figura: Receita média por programador de cada linguagem.

Fonte: JAXenter.com (adaptado de bpodgursky.com)

Will Cole, gerente de produto do Careers 2.0 do Stack Overflow, sentencia:

"Ame ou odeie, muita gente conhece Java e muitas empresas querem estes desenvolvedores."

Por fim, o editorial destaca o domínio das linguagens estabelecidas há mais tempo no mercado e a ausência de qualquer nova tecnologia da moda nas listas de habilidades mais procuradas como parte da tendência de estabilidade no setor em 2013. Como evidência desta tendência, tem-se a entrega do prêmio de linguagem do ano do índice TIOBE ao Transact-SQL, uma linguagem de extensão para SQL proprietária da Microsoft e Sybase.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Realidade Brasileira by Rodolfo Mendes

Todos os dados foram recolhidos nos Estados Unidos ou em nível internacional, ou seja: impossível traçar um paralelo com a realidade brasileira.

Re: Realidade Brasileira by Thiago Resende

Falou tudo

Realidade tecnológica brasileira by JOAO BATISTA BRITO DO NASCIMENTO

Concordo, o Brasil é completamente sem sincronia com o resto do mundo, aqui o que manda é agropecuária, enquanto em outros países o investimento pesado é em ciência e tecnologia. Por isto nossa balança comercial e nosso percentual de crescimento é insignificante. Há outros motivos para o desempenho fraco da nossa economia, e este é um dos mais relevantes. Se começássemos hoje a investir pesado em educação nestas áreas o retorno só seria sentido daqui a uns 20 anos, na França quando eles mudaram a mentalidade, os efeitos só começaram a ser sentidos 30 anos depois. É muito tempo para nossos governantes e não dá voto imediato. E também uma sociedade mais culta é mais difícil dos políticos enrolarem.

O nome que não deve ser dito by Yan Justino

É impressão minha ou o autor do texto tem medo de falar a palavra C#. kkkkk!
Ele cita o primeiro, segundo, quarto, quinto e sexto colocados e some com o terceiro.

"foi apurado que 22,26% eram com a palavra-chave Java - quase o dobro do segundo colocado, PHP. O Android, outra tecnologia baseada em Java, ficou em quarto com 9,94% acima de JavaScript e Python respectivamente com 9,23% e 8,30%."

Muito estranho isso by Rafael Corrêa

Segunda-feira, 7 de abril de 2014 às 12:13. Feita uma busca no site informado com as palavras Java e Javascript.

Palavra-chave: Javascript. Jobs: 424, company pages: 1395.
Palavra-chave: Java. Jobs: 422, company pages: 904.
sem mais ¬¬

Falta qualificação by marco reis

O desenvolvedor Java é realmente valorizado, mas ainda tem baixa qualificação. As faculdades não estão formando bons programadores, tanto que muitas empresas precisam abrir filiais fora do Brasil, porque aqui é muito caro ter um profissional experiente. E os desenvolvedores com menos experiência são maioria.

Há uma tendência de que os programadores virem gerentes de projeto, e isso é danoso para a indústria a médio prazo. Aqui em Brasília há muitos gerentes e poucos programadores top de linha. Nenhuma empresa de software pode crescer sem programadores experientes. E como fica o mercado se esses profissionais se tornarem gerentes de projeto?

São profissões totalmente diferentes. No exterior é muito comum programador com décadas de experiência. É o que falta por aqui.

Re: Muito estranho isso by Filipe  

Em nenhum momento ele falou que pesquisou no site como você fez, ele fala "feita a partir de um conjunto de 14.000 consultas por profissionais no site Careers 2.0 realizadas no ano passado, foi apurado que 22,26% eram com a palavra-chave Java..."

Ou seja, ele usou dados que provavelmente são vendidos pra se fazerem pesquisas desse tipo, e os dados são do ano passado.

Então, sem mais pro seu comentário.

Re: Falta qualificação by Julio Santana

Concordo plenamente, essa maneira de enxergar a promoção profissional tem de ser revista pelas empresas. Acho que a mudança passa pela questão da valorização dessa mão de obra qualificada.

Peraí... by Tiago Oliveira

Não faz sentido separar C# e .net. Portanto, somando os dois, o mercado de .net (a afirmação correta) conta com 17,96%, passando para a segunda posição.

Re: Muito estranho isso by Tiago Oliveira

Quantos dos job positions de JavaScript pedem apenas ele? Há várias vagas que pedem "Java + JavaScript", por exemplo.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

10 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT