BT

Visual Studio 11: Suporte a Agile, ALM e detecção de blocos de código clonados

por Jeff Martin , traduzido por Adalberto Zanata em 02 Fev 2012 |

Com o lançamento do Visual Studio 11, a Microsoft pretende melhorar o processo de desenvolvimento para todas as partes envolvidas em um projeto de software. As exigências dos desenvolvedores, testadores e do grupo de operações são complexas e mudam constantemente. Para enfrentar esses desafios, a Microsoft criou funcionalidades de Gerenciamento do Cliclo de Vida de Aplicações [PDF de 10Mb] ou ALM, para melhorar a "produtividade e a previsibilidade na construção de software".

O ALM foca tem enfoque nas seguintes prioridades:

  • Colaboração através da integração de todos os papéis envolvidos na equipe;
  • Feedback ágil e prontamente tratado, para reduzir o desperdício de esforço;
  • Aproveitamento das ferramentas mais naturais e apropriadas a cada tarefa;
  • Liberdade na adoção de melhores práticas ágeis.

S. Somasegar, vice-presidente do Departamento de Desenvolvimento da Microsoft, descreveu recentemente como algumas das novas funcionalidades do próximo Visual Studio 11 apoiarão este processo.

Testes Exploratórios e Unitários

O Team Explorer, ferramenta de comunicação entre os desenvolvedores, foi significativamente revisado. Agora os testadores podem escrever relatórios de bugs mais detalhados e ilustrar o que está sendo relatado através da inserção de itens multimídia (vídeo, áudio, captura de telas etc.). O Visual Studio 11 oferece ainda a possibilidade de se manter o histórico completo da interação entre o testador e a aplicação, permitindo assim que os passos necessários para se reproduzir um bug sejam gravados e incluídos no relatório destinado aos desenvolvedores.

O suporte a testes unitários será beneficiado por um novo Unit Test Runner, que é capaz de executar continuamente os testes unitários em segundo plano, para que os desenvolvedores saibam, em tempo real, quais testes foram bem sucedidos. Isso poupa tempo, pois não é necessário aguardar o término da execução dos testes.

Detecção de blocos de código clonados

Os desenvolvedores C# e Visual Basic se beneficiarão da nova habilidade de detectar Code Clones, que são blocos de código comuns que devem ser refatorados e agrupados em um novo bloco de código compartilhado. Esta tecnologia de detecção, originalmente desenvolvida pela Microsoft Research, utiliza uma busca semântica, e não apenas literal. (A pesquisa é baseada no significado do código além de sua aparência.)

Melhorias para colaboração em equipe e desenvolvimento ágil

A nova versão do Visual Studio estende o suporte ao desenvolvimento ágil e metodologias relacionadas. O Product Owner (o "porta-voz" do cliente no Scrum) pode usar o backlog do produto para agrupar e priorizar, de forma dinâmica, a lista de características que devem ser incorporadas ao produto.

Feita a priorização, as características podem ser atribuídas ao próximo sprint (a unidade de tempo básica para o desenvolvimento de um produto). O Visual Studio 11 rastreia a capacidade total da equipe de desenvolvimento e a capacidade de cada desenvolvedor, permitindo assim identificar desenvolvedores sobrecarregados ou subutilizados, para que a produção possa ser otimizada.

O feedback dos stakeholders do produto (clientes, testadores, usuários finais etc.) pode ser encaminhado para o desenvolvedor apropriado através do Product Owner. O monitoramento centralizado do feedback permite que essas informações sejam usadas também para guiar o próximo sprint, à medida que características são criadas ou modificadas.

Várias outras mudanças planejadas para o Visual Studio 11 foram detalhadas anteriormente no InfoQ Brasil, incluindo o aperfeiçoamento no suporte a linguagens e alterações do IDE (como melhoria nas buscas, round-tripping de projetos e novos recursos de edição), além do suporte melhorado a DirectX e SharePoint.

Avalie esse artigo

Relevância
Estilo/Redação

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião
Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
Marketing
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2016 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT

We notice you’re using an ad blocker

We understand why you use ad blockers. However to keep InfoQ free we need your support. InfoQ will not provide your data to third parties without individual opt-in consent. We only work with advertisers relevant to our readers. Please consider whitelisting us.