BT

Clube do Scrum: Filantropia Ágil na vanguarda

por Chris Sims , traduzido por Flávia Castro de Oliveira em 18 Fev 2009 |

A primeira regra do Clube do Scrum é...

No trabalho eles são gerentes de produto, CTOs, empresários, designers, e codificadores. No Clube do Scrum eles ajudam cada um a aprender sobre desenvolvimento ágil, fazendo desenvolvimento ágil, enquanto beneficiam organizações sem fins lucrativo. Ajuda que eles tenham um video inspirado no Clube da Luta.

...se esta é sua primeira vez no Clube do Scrum, você tem que fazer Scrum!

O Clube do Scrum foi fundado por Amanda Abelove, uma gerente de produtos e analista de negócios na área de Los Angeles. O grupo descreve sua missão em 4 partes:

Em um nível base
O Clube do Scrum reúne membros da comunidade em um ambiente acolhedor para network profissional.

Como uma organização de serviços comunitaŕios
O Clube do Scrum direciona os esforços dos membros para favorecer organizações sem fins lucrativos com itens de necessidade que contribuem com seu alcance e capacidade de servir às necessidades de sua comunidade.

Como uma organização profissional
O Clube do Scrum fornece treinamento e experiência em desenvolver organizadors de comunidade fortes com liderança, comunicação, e habilidades de influência juntamente com expertise tecnológico. Isso aumenta a probabilidade de que um indivíduo seja bem sucedido servindo sua empresa e empreendimentos.

Como envagelistas de metodologias Ágeis e Scrum
Um foco primário do Clube do Scrum é promover a adoção de metodologias. Nós alcançamos isto treinando as pessoas para serem mais conhecedoras, comunicativas, e persuasivas sobre Agile e Scrum em um ambiente profissional.

O nome é inspirado no filme Clube da Luta, como neste vídeo que foi usado para promover o Clube do Scrum.

Tudo isso inspirou um grupo de participantes do Agile Open California 2008 para formar um grupo relacionado em San Francisco Bay Area. Este grupo é chamado de Bay Area Agile Philanthropy User Group (BAAPUG). O grupo descreve a si próprio desta maneira:

O BAAPUG é dedicado em devolver à comunidade usando valores e princípios ágeis. Nós usamos métodos ágeis (xp, scrum, lean) para construir aplicações em uma base voluntária para fins não lucrativos.

Bowling Green State University tem um programa chamado Agile Software Factory, onde os estudantes aprendem sobre desenvolvimento ágil através da criação de software para organizações sem fins lucrativos. Este progtama foi relatado anteriormente neste artigo da InfoQ.

A Agile2008 conference incluiu um Live Aid stage em que os participantes desenvolveram software e levantaram dinheiro para a Mano a Mano, uma instituição de caridade trabalhando para cuidar da saúde e da educação na Bolivia. Este podcast foi gravado na Agile2008 onde a Live Aid stage foi ativa. A Agile 2009 planeja ver o retorno da Live Aid stage.

Todos estes programas compartilham um tema comum de participantes aprendendo sobre agile fazendo projetos de caridade no mundo real. Você está ciente das oportunidades semelhantes para os agilistas aprimorarem suas habilidades dando de volta para a comunidade? Deixe um comentário e compartilhe.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

O próximo by Luiz Sanches

Como é difícil ver essas atitudes no mundo de TI. As pessoas focam tando a carreira profissional que esquecem do próximo. Não aquele que está ao seu lado no trabalho, mas sim as pessoas que realmente precisam de ajuda. Isso faz uma grande diferença.

Re: O próximo by Felipe Rodrigues

Concordo com você Luiz.
Após ler este artigo, pretendo iniciar algo parecido em minha região. Só não sei como farei isso ainda.

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

2 Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT