BT

Pomodoro – Uma Abordagem Ágil para Gerenciamento de Tempo

por Chris Sims , traduzido por Marcelo Andrade em 18 Nov 2009 |

Uma abordagem pessoal para gerenciamento de tempo conhecida como Técnica Pomodoro está se tornando bastante popular entre agilistas. Pomodoro inclui uma porção de práticas similares àquelas usadas por equipes ágeis: timeboxes, oportunidades frequentes de inspeção e adaptação, estimativa, uma preferência por ferramentas “low tech” e uma ênfase em se manter um ritmo sustentável.

Francesco Cirillo começou a desenvolver a técnica nos anos 1980 enquanto ainda era um estudante. Ele procurava uma forma de melhorar a qualidade do seu tempo de estudo e eliminar as distrações e interrupções que desviavam sua atenção.

Então eu fiz uma aposta comigo mesmo, uma aposta tão útil quanto humilhante: “Você consegue estudar – estudar mesmo – por 10 minutos?” Eu precisava de uma validação objetiva, um tutor de tempo, e encontrei um no timer de cozinha com o formato de um tomate (ou pomodoro, em italiano).

Durante os anos seguintes, a técnica evoluiu até 1992, quando se definiu o formato básico que se mantém até hoje. Em Pomodoro, o trabalho é realizado em sessões ininterruptas de 25 minutos chamadas de Pomodoros. Ao final de cada Pomodoro há uma pequena pausa. Após cada conjunto de 3 ou 4 Pomodoros, faz-se então uma pausa mais longa.

A técnica inclui algum planejamento e inspeção simples. No começo do dia, uma lista dos objetivos do dia é criada e então estimada em termos de quantos Pomodoros devem ser necessários até sua conclusão. As tarefas que levarem mais do que sete Pomodoros devem ser quebradas. As tarefas que levarem menos que um Pomodoro devem ser agrupadas até que se possa ocupar um Pomodoro inteiro.

Lidam-se com interrupções e distrações por meio de uma rápida revisão, pensando-se em como tratá-las quando o Pomodoro atual for terminado. Nas raras ocasiões em que uma interrupção não puder ser tratada desta maneira, o Pomodoro atual é parado e invalidado. Como Francesco costuma dizer, o próximo Pomodoro sempre será melhor.

Nos últimos anos, a Técnica Pomodoro tem atraído a atenção da comunidade ágil. A palestra de Staffan Noteberg no Agile2008 foi tão popular que foi selecionada para ser reapresentada ao final da conferência. No Agile2009 Staffan fez uma nova apresentação sobre a técnica junto com Renzo Borgatti com uma palestra chamada: Chame-o de tomate, eu chamo de Pomodoro.

Para aqueles que queiram aprender mais sobre a Técnica Pomodoro, Francesco disponibiliza um livro de 45 páginas e um cheat sheet de uma página para download a partir do site da Técnica Pomodoro..

E você? Já tinha tido algum contato com a Técnica Pomodoro? Deixe um comentário e compartilhe suas experiências conosco.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber menssagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2013 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT