BT

Adoção Ágil: a importância das práticas técnicas, pensamento sistêmico e cultura

por Ben Linders , traduzido por Diogo Carleto em 13 Nov 2013 |

Simplicidade, feedback, comunicação, respeito e coragem. Estes valores do eXtreme Programming (XP) continuam a inspirar a equipe da conferência XP Days Benelux 2013. O programa desta conferência consiste em dois dias de sessões que abrangem muitos aspectos do Agile, como: técnicas de testes e desenvolvimento, planejamento e clientes, indivíduos, equipes, processos e melhoria contínua.

O InfoQ.com entrevistou dois dos anfitriões da conferência, Merlijn Van Minderhout e Pascal Van Cauwenberghe, sobre novidades no Agile, transformações ágeis bem sucedidas e as necessidades das organizações Europeias na adoção do Agile.

InfoQ.com: Quais desenvolvimentos novos estão ocorrendo nas comunidades ágeis? Qual o motivo para os novos desenvolvimentos? Sabem o que está causando isso?

Pascal: Pode ser uma tendência em confirmação, mas vejo mais sessões sobre as praticas técnicas XP e trabalho com código legado. Passamos por um período de "rápido desenvolvimento" em que a excelência técnica tem sido negligenciada, e agora todos estes projetos "ágeis" podem ser paralisados devido a "dívida técnica". Isso é bom para perceber que mais e mais pessoas tomaram consciência do fato de que não há como se manter ágil se não mantiverem código maleável.

InfoQ.com: Há trilhas na conferência sobre assuntos técnicos, equipes e indivíduos, processos e também clientes, e planejamento. Se uma transformação ágil precisasse considerar todas estas áreas, não seria muito difícil planejar e executar?

Pascal: Em poucas palavras: sim. Em uma resposta mais longa: sim, e é por isso que é necessária uma abordagem sistêmica (pensamento sistêmico, pensamento complexo, teoria das restrições…), para guiá-lo no entendimento do sistema e na percepção de como estão os pontos de alavancagem. Não é somente um "planejar e executar", mas um ciclo interminável de: entender, planejar uma mudança, realizar um experimento, e revisar. É por isso que a organização por trás do XP Days é chamada de "Agile Systems": Pensamentos Sistêmicos + Ágeis para construir sistemas ágeis.

InfoQ.com: Às vezes ouvimos sobre transformações ágeis que não são bem sucedidas. Sabem as razões pela qual falharam? E o que pode ser feito para aumentar as chances de sucesso com a adoção do Agile?

Merlijn: Embora várias práticas ágeis terem pontos de partida simples, uma transição para o Agile não é simples. Como dito nas questões e respostas anteriores, envolve várias áreas. É dai que surge a complexidade e é quando as coisas se tornam complexas: erros serão cometidos. E na verdade, cometer erros (ou não, de preferência cedo e muitas vezes) é a chave para a aprendizagem efetiva e melhoria. Muitas organizações param no ponto em que falham, em vez de tomá-lo como um novo ponto de partida.

InfoQ.com: A adoção do Agile na Europa é diferente se comparada a outros continentes? As organizações têm diferentes necessidades na Europa, ou abordagens diferentes que são usadas ​​pelos coaches ágeis na Europa?

Merlijn: Já vi várias diferenças dentro da Europa e mesmo em outro país. A cultura de uma empresa tem uma grande influência sobre a forma de abordar a mudança ágil. Ter mente aberta, tolerância a erros, alguém autorizado a falar, etc. Eu diria que a cultura da empresa tem mais influência no sucesso da adoção do Agile do que a sua localização específica no mundo. Claro que muitas vezes a cultura da empresa está fortemente relacionada à cultura de um país.

InfoQ.com: A conferência XP Days Benelux cobre mais do que o XP, também vejo sessões abrangendo Scrum, Kanban e mudanças organizacionais. Já consideraram alterar o nome da conferência?

Pascal: sim, consideramos isso todos os anos. Está se tornando um tipo de ritual. E sempre chegamos à mesma conclusão (até agora): o "espírito XP", o valores do XP continuam importantes para nós. Estes valores inspiram como organizamos o XP Days: simplicidade, feedback, comunicação, respeito e coragem. Coragem para informar o que não funciona; coragem para estar aberto e tentar novas coisas; coragem para reconhecer o que não sabemos (ainda); coragem para ampliar as fronteiras, para sempre tentar fazer o melhor, para não estagnar no conservadorismo confortável. E no final do dia você não constrói sistemas com Post-its. Excelentes práticas técnicas são um pré-requisito para a agilidade sustentável.

A conferência será realizada nos dias 28 e 29 novembro, em Mechelen (Bélgica). XP Days Benelux é apoiada pela Agile Systems, uma organização sem fins lucrativos cujos objetivos são desenvolver e difundir conhecimentos e experiências relacionadas aos métodos ágeis e pensamento sistêmico. O InfoQ.com cobriu a conferência XP Days Benelux 2012 com notícias sobre as sessões do primeiro e segundo dia.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT