BT

Visual Studio 11: Suporte a Agile, ALM e detecção de blocos de código clonados

por Jeff Martin , traduzido por Adalberto Zanata em 02 Fev 2012 |

Com o lançamento do Visual Studio 11, a Microsoft pretende melhorar o processo de desenvolvimento para todas as partes envolvidas em um projeto de software. As exigências dos desenvolvedores, testadores e do grupo de operações são complexas e mudam constantemente. Para enfrentar esses desafios, a Microsoft criou funcionalidades de Gerenciamento do Cliclo de Vida de Aplicações [PDF de 10Mb] ou ALM, para melhorar a "produtividade e a previsibilidade na construção de software".

O ALM foca tem enfoque nas seguintes prioridades:

  • Colaboração através da integração de todos os papéis envolvidos na equipe;
  • Feedback ágil e prontamente tratado, para reduzir o desperdício de esforço;
  • Aproveitamento das ferramentas mais naturais e apropriadas a cada tarefa;
  • Liberdade na adoção de melhores práticas ágeis.

S. Somasegar, vice-presidente do Departamento de Desenvolvimento da Microsoft, descreveu recentemente como algumas das novas funcionalidades do próximo Visual Studio 11 apoiarão este processo.

Testes Exploratórios e Unitários

O Team Explorer, ferramenta de comunicação entre os desenvolvedores, foi significativamente revisado. Agora os testadores podem escrever relatórios de bugs mais detalhados e ilustrar o que está sendo relatado através da inserção de itens multimídia (vídeo, áudio, captura de telas etc.). O Visual Studio 11 oferece ainda a possibilidade de se manter o histórico completo da interação entre o testador e a aplicação, permitindo assim que os passos necessários para se reproduzir um bug sejam gravados e incluídos no relatório destinado aos desenvolvedores.

O suporte a testes unitários será beneficiado por um novo Unit Test Runner, que é capaz de executar continuamente os testes unitários em segundo plano, para que os desenvolvedores saibam, em tempo real, quais testes foram bem sucedidos. Isso poupa tempo, pois não é necessário aguardar o término da execução dos testes.

Detecção de blocos de código clonados

Os desenvolvedores C# e Visual Basic se beneficiarão da nova habilidade de detectar Code Clones, que são blocos de código comuns que devem ser refatorados e agrupados em um novo bloco de código compartilhado. Esta tecnologia de detecção, originalmente desenvolvida pela Microsoft Research, utiliza uma busca semântica, e não apenas literal. (A pesquisa é baseada no significado do código além de sua aparência.)

Melhorias para colaboração em equipe e desenvolvimento ágil

A nova versão do Visual Studio estende o suporte ao desenvolvimento ágil e metodologias relacionadas. O Product Owner (o "porta-voz" do cliente no Scrum) pode usar o backlog do produto para agrupar e priorizar, de forma dinâmica, a lista de características que devem ser incorporadas ao produto.

Feita a priorização, as características podem ser atribuídas ao próximo sprint (a unidade de tempo básica para o desenvolvimento de um produto). O Visual Studio 11 rastreia a capacidade total da equipe de desenvolvimento e a capacidade de cada desenvolvedor, permitindo assim identificar desenvolvedores sobrecarregados ou subutilizados, para que a produção possa ser otimizada.

O feedback dos stakeholders do produto (clientes, testadores, usuários finais etc.) pode ser encaminhado para o desenvolvedor apropriado através do Product Owner. O monitoramento centralizado do feedback permite que essas informações sejam usadas também para guiar o próximo sprint, à medida que características são criadas ou modificadas.

Várias outras mudanças planejadas para o Visual Studio 11 foram detalhadas anteriormente no InfoQ Brasil, incluindo o aperfeiçoamento no suporte a linguagens e alterações do IDE (como melhoria nas buscas, round-tripping de projetos e novos recursos de edição), além do suporte melhorado a DirectX e SharePoint.

Olá visitante

Você precisa cadastrar-se no InfoQ Brasil ou para enviar comentários. Há muitas vantagens em se cadastrar.

Obtenha o máximo da experiência do InfoQ Brasil.

Dê sua opinião

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão
Comentários da comunidade

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

HTML é permitido: a,b,br,blockquote,i,li,pre,u,ul,p

Receber mensagens dessa discussão

Dê sua opinião

Conteúdo educacional

Feedback geral
Bugs
Publicidade
Editorial
InfoQ Brasil e todo o seu conteúdo: todos os direitos reservados. © 2006-2014 C4Media Inc.
Política de privacidade
BT